Conheço uma galera que vai ter apenas 2 dias em Londres, num roteiro de viagem rumo à Escócia. Dos cinco viajantes, três nunca estiveram lá. E logo surge a dúvida: em uma cidade tão grande, o que fazer em tão pouco tempo?

Londres é um daqueles lugares “infinitos” – não existem dias suficientes para dar conta de tudo o que essa capital oferece. Mas arrisco aqui algumas sugestões de passeios imperdíveis entre os meus lugares preferidos da cidade:

1º dia

O parlamento e a London Eye

Acho que um bom lugar para começar é a região de Westminster. Ali, o grandioso e gótico prédio do Parlamento ostenta a torre do Big Ben, ícone inequívoco de Londres. Vale ficar de olho no relógio e esperar para ouvir o sino, que toca de hora em hora.

2-dias-em-londres-westminster-big-ben-london-eye

Big Ben visto da Westminster Abbey

Um quarteirão para trás, a Abadia de Westminster merece uma visita. Nela onde foram coroados quase todos os reis e rainhas da Inglaterra desde o século XI, são realizadas as cerimônias religiosas da família real. Os holofotes estavam todos virados para lá em abril de 2011, quando foi celebrado o casamento do príncipe William.

A Abadia também abriga os túmulos de grandes personalidades britânicas, como Isaac Newton e Charles Darwin, apenas para citar alguns.

2-dias-em-londres-westminster-london-eye-e-big-ben

London Eye: a roda gigante de Londres

Do outro lado da ponte de Westminster, está a London Eye, uma moderna roda gigante à beira do rio Tâmisa, com vista para o Big Ben e um belo visual de Londres. Se o tempo estiver aberto e a fila não estiver muito grande, vale uma volta!

Na hora do almoço, escolha um pub para comer peixe e batata frita – o famoso “fish & chips” londrino. Outros pratos típicos dos pubs são tortas de carne (cottage ou shepherd’s pie) acompanhadas de ervilhas, batatas, presunto ou cebola frita.

Trafalgar Square

2-dias-em-londres-trafalgar-square-leao

Trafalgar Square

A Trafalgar Square é um dos pontos mais famosos de Londres por dois motivos: a Nelson’s Column e a National Gallery. A coluna é monumento que homenageia o almirante Horatio Nelson, vitorioso em diversas batalhas durante as Guerras Napoleônicas.

Já a Galeria, é um dos grandes museus da Inglaterra, com uma coleção de mais de 2.300 pinturas do período entre o século XIII e o início do século XX.

2-dias-em-londres-national-gallery

Van Gogh na National Gallery

A entrada para o acervo permanente é gratuita, então não há desculpas! Dê ao menos uma voltinha para conhecer o lindo prédio e ver algumas obras dos artistas mais emblemáticos – Leonardo da Vinci, Caravaggio, Botticelli, Rembrandt, Renoir, Monet, Van Gogh, Toulouse-Lautrec, Gauguin, Degas, Picasso… Todo mundo está lá!

Mas um museu que eu realmente adoro é a National Portrait Gallery, que fica bem ali ao lado (saindo da National Gallery, basta contornar o quarteirão pelo lado direito). Esse é dedicado a retratos, sejam eles pinturas, gravuras ou fotografias. Além do tradicional acervo de retratos dos monarcas e personagens históricos, também há exposições contemporâneas.

2 dias em Londres - Estudante de arte na National Gallery

Adoro ver estudantes de arte nos museus

Quando eu visitei, estava em cartaz uma mostra de fotos de moradores de Londres vindos de outras cidades do mundo – a cada imagem, um personagem e uma história, coisa mais linda. Isso para não dizer que tive um ataque de emoção ao ver as gravuras feitas por Julian Opie para a capa do disco “The Best Of Blur” ♥

Covent Garden

Covent Garden - Praca movimentada (foto do blog Vontade de Viajar)

Covent Garden: movimento interessante

Mercado com lojinhas bacanas, feirinhas, músicos e artistas fazendo performances na rua…  O Covent Garden é um ótimo lugar para ir à tardinha para dar uma volta e depois jantar (e, quem sabe, esticar a noite em um pub). Para entender porque esse bairro é um dos meus preferidos da cidade, é só dar uma olhada nesse post aqui.

2º dia

Tower of London

torre-de-londres-tower-bridge-ponte-vista-do-castelo

Tower Bridge: a ponte mais bonita, vista do castelo

Uma visita à Torre de Londres é essencial para a gente ter uma ideia de toda a herança histórica da cidade. Veja onde estão guardadas as joias da Coroa Britânica e deixe um verdadeiro “beefeater” te contar as incríveis histórias que se passaram nesse castelo que já foi forte romano, residência real e até prisão! Leia todas as dicas nesse post aqui e aproveite para ver de perto a Tower Bridge, a ponte mais linda e fotogênica do mundo 🙂

Comprinhas

A Oxford Street é um famoso endereço de compras, onde estão grandes marcas da moda internacional, mas não vou me estender muito nesse tópico porque com apenas 2 dias em Londres não faz sentido perder muito tempo em lojas.

2-dias-em-londres-carnaby-street

Carnaby: pertinho da Oxford Street e mais interessante

Basta dizer que eu acho muito mais interessante a Carnaby Street, onde as lojas têm mais personalidade e os produtos têm design mais criativo. A entrada da Carnaby Street fica a uns 5 minutinhos da estação de metrô Oxford Circus.

Se a viagem for num fim de semana, vale dar uma voltinha pela famosíssima feira da Portobello Road, no charmoso bairro de Notting Hill. Ou, se quiser encontrar coisinhas mais alternativas, o Spitafields Market e o Box Park  na região de Shoreditch são o lugar certo para você.

Toda a cultura do mundo

2-dias-em-londres-british-museum

British Museum: história das civilizações

Alguns dos melhores museus do mundo estão em Londres, e a maior parte tem entrada grátis. Sei que em uma viagem corrida não dá para entrar em todos, mas sugiro que se escolha pelo menos um para ver com calma.

As opções são muitas, então o melhor é escolher um museu de um tema ou período que seja realmente significado para você. Se é fã de arte moderna, faz bem dar um pulinho na Tate Modern (e esticar até o Borough Market!). Se tem interesse em história das civilizações, o British Museum.

southwark-tate-modern

Tate Modern: museu de arte moderna

Se o seu negócio é moda e design, Victoria & Albert Museum. Já para os nerds e cientistas de plantão, é bom saber que o Museu de História Natural e o Science Museum ficam lado a lado, perto da estação South Kensington.

Reserve algumas horas para conhecer suas coleções, ler a respeito das obras, tomar um café e (por que não?) ver o que há de bom na lojinha. Mas não compensa entrar em museu só por entrar… Se for assim, acho mais gostoso apreciar a vista e o movimento da cidade.

Camden Town

camden-town-all-star

Lojas alternativas no bairro da Amy Winehouse

Assim como Covent Garden, a região de Camden Town reúne lojas, feirinhas, bares e pubs. A diferença é que Camden Town tem uma identificação muito forte com os movimentos de contracultura que surgiram a partir da década de 70.

Descubra mais sobre esse lugar que viu surgirem bandas como Pink Floyd, Sex Pistols, Radiohead e Oasis e ainda hoje é um ponto de referência para tribos alternativas. É uma boa opção para ir à noite e, quem sabe, assistir a um show de uma banda local. Para beber, uma boa dica é a cervejaria local, Camden Town Brewery.

Share

2 Comentários

Exibir Comentários

Deixe uma resposta

Close