Sete experiências imperdíveis no Sudeste Asiático

Viajar para lugares diferentes é uma das experiências mais intensas que se pode ter na vida! Fui para o Sudeste Asiático sem saber ao certo o que esperar e realmente não poderia ter imaginado encontrar cenários tão fantásticos assim!

Essas são 7 dicas que valem a viagem para o outro lado do mundo:

1) Templo do alto da Montanha, Tailândia

Tailandia Chiang Mai Doi Suthep - Escadaria serpente Naga - Templo dourado
Templo Doi Suthep, em Chiang Mai

O Wat Phra That Doi Suthep é um templo lindíssimo com pagodas douradas no alto de uma montanha na cidade tailandesa de Chiang Mai. A escadaria de mais de 300 degraus que leva ao templo é ladeada por belas imagens da Naga – a serpente mitológica que protegeu Buda.

Nos santuários lá em cima, os visitantes podem escrever no manto dourado que será usado na pagoda principal e receber a benção de um monge, simbolizada por uma pulseirinha de barbante que levamos conosco.

2) Templo Branco, na Tailândia

Templo Branco na Tailandia - White Temple em Chiang Rai
O fantástico Templo Branco, no norte da Tailândia

Diferente de tudo o que você já viu, o Wat Rong Khun, no norte da Tailândia, é um templo todo branco, que chama atenção por seu simbolismo. Além dos elementos derivados das tradições budistas e hindus, em sua decoração estão presentes inúmeras referências à cultura pop americana, em crítica à falta de paz do estilo de vida ocidental.

Começou a ser construído em 1998 e só será concluído em 2070 – se a beleza e a riqueza dos detalhes já são de tirar o fôlego agora, não imagino como o templo ficará daqui a 60 anos!

3) Mercados noturnos da Ásia

Bangkok - Movimentada e turistica Khaosan Road
A movimentada e turística Khaosan Road

A serenidade dos templos fica para trás quando começamos a circular pelos mercados noturnos que tem por todo o Sudeste Asiático. Animados em qualquer dia da semana, são tomados por lojinhas e bares, com barraquinhas de comida e artesanatos que competem pela atenção dos turistas. Se você ainda não tem uma calça tipo “Alladin” para suas visitas aos templos (onde não se pode entrar de bermuda e nem de calças justas), esse é o lugar para comprar.

Já em Bangkok, a Khaosan Road é um clichê inescapável para todo viajante. Você vai reconhecer: agitação dessa rua foi cenário para a noite de loucuras do filme “Hangover 2”.

4) Tubing em Vang Vieng, no Laos

Viagem Sudeste Asiatico - Tubing Vang Vieng
Tubing no rio em Vang Vieng

Atividade mais popular de Vang Vieng, o tubing foi o que colocou essa pequena cidade do Laos na trilha dos mochileiros e transformou o lugar, que um dia foi rural, em uma “party town”.

A ideia é simples: a gente aluga uma bóia em uma lojinha da cidade e vai de tuk-tuk até um ponto mais alto do rio Nam Song – depois, é só deixar as águas te levarem de volta. Até uns 2 anos atrás, o que rolava ali era uma verdadeira rave, com música eletrônica e drogas sem limite às margens do rio. Agora que a festa acabou, o tubing é uma experiência relaxante. Uma delícia!

5) Frutas e comidas asiáticas

Uma viagem para o Sudeste Asiático é uma oportunidade incrível de experimentar sabores da Ásia que nem sempre encontramos por aqui. Não precisam ser pratos elaborados – qualquer refeição em um restaurante simples se torna um ponto de contato com a cultura local. Em Chiang Rai, a galera fez aula de culinária tailandesa bem legal, que começava com uma ida ao mercado antes de partir para a cozinha! 🙂

Eu também adorei as frutas e sucos que provei por lá! Mesmo as frutas já conhecidas, como manga e melancia, estavam sempre muito saborosas!

6) Angkor Wat, no Camboja

Angkor Wat - Dicas para viajar pelo Camboja
Entre os templos perdidos do Camboja

Os templos perdidos de Angkor Wat foram reencontrados 400 anos depois da queda do Império Khmer, a maior civilização pré-industrial do mundo. Em seu apogeu, Angkor abrigou mais de 1 milhão de habitantes. Da antiga cidade, hoje vemos apenas as ruínas dos templos, pois somente eles eram feitos de pedra, para serem eternos como os deuses. Todo o resto foi destruído pelo tempo.

As ruínas marcam a herança hindu mas também reapresentam as primeiras características do budismo, religião que começava a ser adotada no Sudeste Asiático no século 12. Para se ter uma ideia da grandiosidade deste que é o maior templo religioso do mundo, o complexo de Angkor é 75 mil km2 maior que as ruínas Incas de Machu Picchu, no Peru.

7) Halong Bay, no Vietnã

Sudeste Asiatico - Halong Bay Vietnam - Foto Cristina Bejarano
Halong Bay, no Vietnã – Foto: Cristina Bejarano

O principal ponto turístico do Vietnã, a Baía de Halong, a 180 km de Hanói, foi eleita uma das sete maravilhas naturais da humanidade. Há diversos pacotes para percorrer a baia e aproveitar sua incrível paisagem, incluindo passeios caiaque entre as ilhas visitas a cavernas gigantes.

Leia também:

O que não pode faltar na mala de viagem para o Sudeste Asiático
Cruzando a fronteira da Tailândia para o Laos pelo Rio Mekong
Dicas de hotéis na Tailândia, Laos e Camboja

3 comentários

Deixe uma resposta