1) Templo do alto da Montanha, Tailândia

Tailandia Chiang Mai Doi Suthep - Escadaria serpente Naga - Templo dourado

Templo Doi Suthep, em Chiang Mai

O Wat Phra That Doi Suthep é um templo lindíssimo com pagodas douradas no alto de uma montanha na cidade tailandesa de Chiang Mai. A escadaria de mais de 300 degraus que leva ao templo é ladeada por belas imagens da Naga – a serpente mitológica que protegeu Buda. Nos santuários lá em cima, os visitantes podem escrever no manto dourado que será usado na pagoda principal e receber a benção de um monge, simbolizada por uma pulseirinha de barbante que levamos conosco.

2) Templo Branco, na Tailândia

Templo Branco na Tailandia - White Temple em Chiang Rai

Diferente de tudo o que você já viu, o Wat Rong Khun, no norte da Tailândia, é um templo todo branco, que chama atenção por seu simbolismo. Além dos elementos derivados das tradições budistas e hindus, em sua decoração estão presentes inúmeras referências à cultura pop americana, em crítica à falta de paz do estilo de vida ocidental. Começou a ser construído em 1998 e só será concluído em 2070 – se a beleza e a riqueza dos detalhes já são de tirar o fôlego agora, não imagino como o templo ficará daqui a 60 anos.

3) Khaosan Road, na Tailândia

Bangkok - Movimentada e turistica Khaosan Road

A movimentada e turística Khaosan Road

A serenidade dos templos fica para trás quando começamos a circular pela Khaosan, um clichê inescapável para os viajantes que chegam a Bangkok. Você vai reconhecer: agitação dessa rua foi cenário para a noite de loucuras do filme “Hangover 2”. A rua, tomada por lojinhas e camelôs, tem muitas opções de bares, clubs e barraquinhas de comida que competem pela atenção dos turistas. Também não faltam ofertas de massagens tailandesas, com cadeiras espalhadas sobre as calçadas. Se você ainda não tem uma calça tipo “Alladin” para suas visitas aos templos (onde não se pode entrar de bermuda e nem de calças justas), esse é o lugar para comprar. Já nas cidades mais do interior, você não pode deixar de ir nos mercados noturnos.

4) Tubing em Vang Vieng, no Laos

Viagem Sudeste Asiatico - Tubing Vang Vieng

Tubing no rio em Vang Vieng

Atividade mais popular de Vang Vieng, o tubing foi o que colocou essa pequena cidade do Laos na trilha dos mochileiros e transformou o lugar, que um dia foi rural, em uma “party town”. A ideia é simples: a gente aluga uma bóia em uma lojinha da cidade e vai de tuk-tuk até um ponto mais alto do rio Nam Song – depois, é só deixar as águas te levarem de volta. Até uns 2 anos atrás, o que rolava ali era uma verdadeira rave, com música eletrônica e drogas sem limite às margens do rio. Agora que a festa acabou, o tubing é uma experiência relaxante. Uma delícia!

5) Passeio de elefante, no Laos

Luang Prabang - Passeio de elefante no Laos (foto do blog Vontade de Viajar)

O Laos é a terra de um milhão de elefantes – e é uma experiência incrível andar pela floresta no alto de um desses simpáticos gigantes. A pacata cidade de Luang Prabang é o ponto de partida. O passeio começa na cadeirinha amarrada ao bicho, tendo um dos criadores como guia. Depois a gente tem a chance de guiar o elefante por conta própria, mas não é preciso ter medo: os animais são espertos e já conhecem a trilha de cor. No final, outra diversão é agradecer ao nosso amigo elefante oferecendo umas bananas para ele lanchar!

6) Angkor Wat, no Camboja

Angkor Wat - Dicas para viajar pelo Camboja

Entre os templos perdidos do Camboja

Os templos perdidos de Angkor Wat foram reencontrados 400 anos depois da queda do Império Khmer, a maior civilização pré-industrial do mundo. Em seu apogeu, Angkor abrigou mais de 1 milhão de habitantes. Da antiga cidade, hoje vemos apenas as ruínas dos templos, pois somente eles eram feitos de pedra, para serem eternos como os deuses. Todo o resto foi destruído pelo tempo. As ruínas marcam a herança hindu mas também reapresentam as primeiras características do budismo, religião que começava a ser adotada no Sudeste Asiático no século 12. Para se ter uma ideia da grandiosidade deste que é o maior templo religioso do mundo, o complexo de Angkor é 75 mil km2 maior que as ruínas Incas de Machu Picchu, no Peru.

7) Halong Bay, no Vietnã

Vietna - Halong BayO principal ponto turístico do Vietnã, a Baía de Halong, a 180 km de Hanói, foi eleita uma das sete maravilhas naturais da humanidade. Há diversos pacotes para percorrer a baia e aproveitar sua incrível paisagem, incluindo passeios caiaque entre as ilhas visitas a cavernas gigantes.

Leia também:

O que levar para o Sudeste Asiático
De barco na fronteira da Tailândia
Dicas de hotéis na Tailândia, Laos e Camboja
Share

3 Comentários

Exibir Comentários

Deixe uma resposta

Close