O labirinto dos mercados de Camden Town, em Londres

Se a noite de Camden Town gira em torno de pubs embalados pelo rock’n’roll, durante o dia o programa é olhar as lojas alternativas e as feirinhas que começam logo perto da saída do metrô.

Para pegar as lojas abertas e aproveitar o “people watching“, o ideal é ir no horário comercial, das 10h às 18h.

Camden - Roupas goticas na loja Lolita Punk (foto do blog Vontade de Viajar)
Lojas de Camden Town

A primeira coisa que chama a atenção são as esculturas gigantes e os letreiros coloridos das fachadas!

Eles já dão a dica do tipo de apetrecho de moda que você encontra em cada loja: tênis e meias coloridas, chapéus, cintos de tachinhas, pulseiras de spike, roupas góticas, calças de couro, espartilhos, vestidos de inspiração medieval… Tem absolutamente de tudo.

camden-town-all-star
Coisas gigantes nas fachadas das lojas

Com a incorporação da estética punk na cultura de massa, o que se vê atualmente pelas ruas de Camden Town mais parece uma caricatura do movimento que definiu a contracultura nos anos 80.

Ao longo das décadas seguintes, as vitrines viram o preto característico do punk rock se misturar às cores em neon da música eletrônica e ao toque kitsch incorporado pelos hipsters. Mas não se preocupe: as botas e sapatos Doc Martens continuam onipresentes.

Camden - Lojas de moda alternativa (foto do blog Vontade de Viajar)
Lojas de moda alternativa

É claro que a gente acaba vendo muita coisa repetida entre uma loja e outra, o jeito é ir explorando os becos entre os mercados para encontrar coisas mais originais.

O Camden Market, o primeiro que se vê ao chegar no bairro, tem ares de camelódromo. Mas dentro do armazém de Camden Lock consegui encontrar mais artesanato, bijuterias e design independente 😉

Camden Market: camelódromo de camisetas

Outro endereço clássico é o Stables Market, onde fica a estátua de Amy Winehouse, que morava em Camden Town e adorava o bairro.

Lá tem antiguidades, artigos para casa e algumas lojas com propostas mais peculiares – como a famosa Cyberdog, paraíso da música eletrônica, com roupas que mais parecem figurino de filme de ficção científica e uma ousada sex shop no andar debaixo.

Cyberdog, o paraíso da música eletrônica
Cyberdog, o paraíso da música eletrônica

Dentro do Stables Market também fica o Proud Camden, que funciona como bar durante o dia e tem festas e shows à noite.

E vale a pena procurar pela sensacional Photo Typewriter, que vende quadros com mensagens escritas em fotos, cada imagem representando uma letra, num visual muito legal!

Outra marca forte de Camden Town é a street art e isso começou a ser explorado pelos vendedores, claro. As polêmicas obras de Banksy, grafiteiro mais famoso da Inglaterra, viraram estampa de mil camisetas e quadros pelos mercados de Camden.

A gente encontra os desenhos que ele fez em estêncil o desenho de uma empregada varrendo a sujeira para baixo do muro, o manifestante arremessando um buquê de flores, a menina soltando o balão de coração… tudo lá.

Camden Town - Alice street art em Londres
Alice: street art em Londres

Embora muitas das intervenções sejam apagadas pouco depois (a polícia de Londres é pouco tolerante ao grafite), vale andar pelo bairro de olho nos muros para, quem sabe, se deparar com um grafite original do próprio Banksy ou se surpreender com muitos outros. Camden é uma das regiões mais fervilhantes de Londres e a criatividade aparece na arte de rua.

O site Art of the State, que tem uma coletânea de mais de 600 fotos de obras do Banksy em Londres, fez um mapa maravilhoso que indica a localização dos grafites dele que ainda podem ser vistos pela cidade e dos que já foram apagados.

Camden Town - Pub Bucks Head em Londres
Pub Bucks Head em Camden

Atrás do Camden Lock tem uma áreazinha conhecida como Village, às margens do St. Regent’s Canal, onde a galera gosta de sentar pra bater papo. Essa parte fica bem movimentada à noite também, com uns bares e restaurantes em volta.

Uma marca registrada dali eram os assentos de lambreta coloridos que serviam de banco para comer vendo os barcos passarem no canal – mas no último ano eles foram tirados de lá, uma pena…

camden-town-brewery-bar-da-cervejaria
Bar da cervejaria artesanal Camden Town Brewery

Para quem quer jantar em grande estilo, a cozinha pan-asiática do Gilgamesh pode ser uma boa pedida. Outro restaurante muito bem recomendado é o Haché, especializado em hamburgers.

Antes de encerrar a noite, que tal experimentar as cervejas locais produzidas pela Camden Town Brewery e pela Little Brew? Você pode ir beber no bar da própria cervejaria ou pode pedir um pint em um dos muitos pubs dali.

Camden Town - The Worlds End
Pub The World’s End, em Camden

As dicas são o clássico The Good Mixer, que tem noites de quiz e karaokê, e o animado Barfly, que tem uma trilha sonora excelente, digna da história do bairro!

Leia mais sobre Londres:

No ritmo de Camden Town: a trajetória do rock no bairro londrino
A feira de antiguidades da Portobello Road, em Notting Hill
As lojas e os pubs mais legais de Covent Garden

9 comentários

  1. Que vontade de viajar para Londres de novo para ver tudo que eu não cheguei a ver em Camden Town! Os pubs, os grafites do Banksy! =)

  2. Que legal! Já tinha visto essas imagens dos grafites circulando pela Internet mas não sabia que eram todas do mesmo artista. Esse cara é genial!

  3. Quando estive em Londres eu fui duas vezes em Camden Town, uma para rodar a região e conhecer o comércio e a cultura e outra para rodar os pubs. Foi uma experiência fantástica. Pretendo voltar outras vezes, apesar de Londres ser repleta de muitas outras atrações.
    Parabéns pelo post.
    Abraços.

Deixe uma resposta


Close