Se durante a Guerra Fria o consumo de produtos americanos estava fora de cogitação na Rússia, o que será que a galera jogava?

No Museu do Arcade Soviético você não encontra Pinball, Tetris, Pac Man nem Street Fighter. A indústria russa desenvolveu seus próprios e bons joguinhos. E o melhor: você pode experimentar todos!

Moscou - Museu do Arcade - Games russos

Quer dizer, quase todos. Como são máquinas originais da época, tem sempre um fora do ar… O trabalho de manutenção é permanente.

Aliás, foi justamente assim que o Museu do Arcade surgiu: em 2007, três amigos compraram uma máquina quebrada de “Morskoi Boi”, um joguinho de batalha naval da década de 70 que eles curtiam quando eram pequenos (quer tentar jogar?).

Museu do Arcade em Moscou - Entrada do fliperama sovietico

Na tentativa de consertá-la, acabaram quebrando de vez. E foi então que eles repararam que toda uma geração de jogos arcade iria desaparecer se ninguém tomasse uma iniciativa.

Um a um, eles foram comprando mais jogos antigos e montando uma equipe especializada que pudesse manter a coleção funcionando. Hoje, são mais de 40 máquinas que formam um legítimo fliperama de época!

Museu do Arcade St Petersburgo - Jogos russos

O Museu do Arcade Soviético foi uma das descobertas mais bacanas da nossa viagem à Rússia!

Para entrar nesse fliperama retrô, você paga 450 rublos e recebe 15 fichas para jogar à vontade. Dá para conhecer boa parte dos jogos. É muito divertido! E o detalhe é que as fichas são moedas de 15 kopecks da antiga URSS!

Moscou - Museu do Arcade - Pinball sovietico

A temática não é tão diferente dos jogos capitalistas – tiro ao alvo, esportes, bichinhos e um ou outro jogo de navios ou aviões de guerra, mas nada que seja propaganda comunista descarada.

E é engraçado ver como os jogos arcades têm uma certa universalidade, a gente aprende a jogar num minuto, mesmo sem entender nada do que está escrito (até porque eram feitos para crianças, né) 😀

Museu do Arcade St Petersburgo - Fliperama russo

Alguns jogos, inclusive, fazem a gente se sentir totalmente em casa: ping-pong e totó (ou pebolim) cruzaram as fronteiras sem dificuldade, já que não eram vinculados a nenhum tipo de franquia.

Os jogos de personagens da cultura americana é que eram terminantemente barrados.

Outras máquinas que fazem parte do dia-a-dia da URSS completam o cenário do Museu do Arcade.

Uma das mais típicas é a máquina de refrigerante, muito característica do período soviético. Em vez de copos descartáveis ou latinhas, a soda era servida num copo de acrílico, que você deixava na máquina para a próxima pessoa passar uma água e usar também… rs

Museu do Arcade em Moscou - Jogo Winter Hunt no fliperama sovietico

Tem também uma daquelas cabines de foto instantânea, para tirar foto junto com os amigos e levar de souvenir uma “selfie à moda antiga” 🙂

Durante toda a viagem, a gente ficou fascinado de ver a história da Guerra Fria contada pelo outro lado – desde o Museu da Cosmonáutica até o abrigo antiaéreo Bunker 42 – mas este fliperama é realmente um jeito muito legal de estar em contato com a história!

Museu do Arcade St Petersburgo - Fliperama sovietico

Em Moscou, o Museum of Soviet Arcade Machines ficava perto da estação Baumanskaya, num bairro fora da região central que aparece nos mapas turísticos.

Mas agora o museu se mudou para um endereço muito mais nobre e bem fácil de chegar, a 2 quarteirões do Teatro Bolshoi (endereço: Kuznetskiy Most, 12 – veja o mapa).

Moscou - Museu do Arcade - Fliperama russo

Em São Petersburgo, a filial aberta em 2013 é super central, fica bem pertinho da Catedral do Sangue Derramado, uma das grandes atrações da cidade (endereço: Konyushennaya pl. 2B – veja o mapa)

Nas duas cidades, o fliperama funciona diariamente das 11h às 20h. Pra quem curte games, é imperdível!

A beleza do metrô de Moscou e dicas pra andar pela cidade
O B&B que é um achado no centro de Moscou
O outro lado da Guerra Fria no Museu da Cosmonáutica
Bunker 42: por dentro de um abrigo nuclear da Guerra Fria
Share

4 Comentários

  1. […] Leia também: >> Peterhof, o palácio mais lindo da Rússia >> Museu do Arcade Soviético, um fliperama de época […]

  2. […] também: >> Um Arcade Soviético, para você jogar fliperama russo! >> Cadeados do amor em Moscou, como aqueles de […]

  3. […] exatamente assim que descobrimos aquele fliperama retrô super divertido em Moscou, que deixamos um francês nos guiar por Lisboa e que nos permitimos entrar no museu tcheco que me […]

  4. […] viagem para a Rússia, a Nanda conheceu o Museu do Arcade – que tem vários jogos de fliperama e outras máquinas do período soviético… Inclusive […]

Exibir Comentários