Salzburg ao som de Mozart

Colaboração de Mariana Magalhães Costa, arquiteta e autora do blog Le 6ème.

Salzburg, na Áustria, é uma cidade pequena mas com uma importância cultural enorme. Com uma população que não chega a 150 mil habitantes, a cidade famosa por ser a terra natal de Mozart e por ter servido de cenário para o filme A Noviça Rebelde recebe anualmente mais de 5 milhões de turistas!

Jardim do Palacio Mirabell
Jardim do Palacio Mirabell

Como fica no oeste da Áustria, perto da fronteira com a Alemanha, Salzburg fica mais próxima de Munique que de Viena. O trajeto de carro de Munique para lá leva cerca uma hora e meia (metade do tempo do trajeto a partir de Viena) e a estrada pelo campo é bem bonita, com vista para os Alpes.

O trem também é uma opção para fazer um bate-e-volta: partindo de Munique, dá pra usar o passe regional Bayern Ticket, que cobre o sul da Alemanha. Mas Salzburg também tem o seu próprio aeroporto, então é possível voar direto para a cidade de outros pontos da Europa.

Rua do centro historico
Rua do centro historico

Festivais de música clássica

Salzburg se orgulha de sua tradição em música clássica e a mantém viva até hoje. Os dois principais festivais são o Festival da Páscoa (Osterfestival) e o Festival de Verão (Salzburger Festspiele).

O Festival da Páscoa, que desde 1967 acontece todos os anos durante a Semana Santa, é realizado no Groβe Festspielhaus, um dos principais teatros da cidade. São três noites de concertos com orquestra e uma última noite de ópera. Durante o dia há também apresentações nas igrejas e ensaios abertos.

Grande teatro e cadeiras na calçada
Grande teatro e cadeiras na calçada

Já o festival de verão existe desde a década de 20 e dura mais de um mês, se estendendo desde meados de julho até o fim de agosto.  Este é um festival maior e sua programação abrange praticamente todos os teatros da cidade, inclusive com alguns palcos que só abrem no verão – como o Felsenreitschule, um dos mais belos.

Esse teatro é esculpido na pedra e tem um telhado retrátil, o que possibilita a encenação de espetáculos a céu aberto. Quem viu A Noviça Rebelde talvez reconheça o Felsenreitschule, pois é lá que a família Von Trapp se reúne para cantar.

► Veja ofertas de hotéis em Viena no Booking.com

Mozart por todos os lados

Não importa por onde você ande – as referências a Mozart estão por toda parte. Absolutamente tudo homenageia o compositor: desde imãs de geladeira, chocolates e chás a nomes de ruas, de museus e até mesmo de universidades.

Chocolates de marzipan: Mozart
Chocolates de marzipan: Mozart

Um programa imperdível numa visita a Salzburg é conhecer a Mozart Wohnhaus, casa onde o compositor cresceu e viveu com a sua família (Makartplatz, 8).

Logo ao lado, deparamo-nos com o Palácio Mirabell. Construído em 1606, o palácio pertencia originalmente à realeza Austríaca e hoje serve de sede para a Prefeitura da cidade. Os seus jardins permanecem um dos principais pontos turísticos da cidade. Aqui foram gravadas as cenas finais da música ‘Do-Re-Mi’ de A Noviça Rebelde, uma das mais conhecidas do filme.

Ao atravessar para o outro lado do Rio Salzach, não deixe de passar pela ponte Makarsteg.  Essa ponte de pedestres seguiu a moda da Pont des Arts de Paris – namorados do mundo todo vêm aqui prender cadeados com as suas iniciais. Nos arredores da ponte há várias lojinhas que vendem os cadeados e até mesmo gravam as letras do casal.

O Museum der Moderne é um museu de arte contemporânea da cidade. Localizado sobre uma colina, temos de lá uma linda vista de Salzburg.  O restaurante do museu abre à noite e é uma excelente opção para jantar. Para chegar lá, pega-se um elevador na parte baixa, no centro antigo.

Praça do Cafe Tomaselli
Praça do Cafe Tomaselli

Outro lugar de onde se tem uma linda vista da cidade é a Fortaleza de Hohensalzburg, um dos maiores castelos medievais da Europa.

E por fim, não deixe de conhecer o tradicional Café Tomaselli, que existe desde 1705 – até o próprio Mozart já tomou um chocolate quente aqui.

Salzburg é uma cidade linda e com cultura riquíssima. Não é de se espantar que o seu centro histórico se tornou Patrimônio Mundial da Unesco em 1997. Pra quem ficou com vontade de viajar, que tal (re)assistir aos filmes A Noviça Rebelde e Amadeus para já entrar no clima do lugar?

Leia também:
>> Os cafés e confeitarias mais tradicionais do mundo
>> Neuschwanstein, o “castelo da Cinderella” em Munique

3 comentários

  1. Achei Salzburg super fofa! Passei um dia por lá, justamente como bate-volta de Munique e poderia até ter ficado mais tempo, mas foi um dia bem proveitoso. Experimentei tb o “chocolate do Mozart”, as bolinhas de chocolate que estão por toda a parte!

  2. Bela e justa homenagem, afinal Salzburg é o berço de Wolfgang Amadeus Mozart, verdadeiro gênio da música clássica e diga-se de passagem, tanto o chocolate quanto o licor ( Mozart de chocolate e Amadeus amêndoa com laranja, o meu preferido) são simplesmente deliciosos, pena que aqui é muito caro.

Deixe uma resposta