24 horas para você se apaixonar por Milão

Quando fiz meu intercâmbio em Lyon, na França, minha melhor amiga estava fazendo o intercâmbio dela em Milão. Isso foi motivo suficiente para a cada 2 meses eu pegar um trem e ir visitá-la! Com ela, tive oportunidade de passear como uma local e descobrir um pouco mais sobre a vida na cidade.

Mas a Itália tem tantos destinos interessantes que, entre Florença, Roma, Veneza e a Costa Amalfitana, às vezes Milão só ganha um diazinho no roteiro de um viajante. A boa notícia é que apesar de Milão ser a cidade mais fashion e cosmopolita da Itália, é possível conhecer seus principais cartões postais num passeio de um dia.

Duomo de Milão

O Duomo é um marco geográfico no centro de Milão e um excelente ponto de partida para o passeio pela cidade. É uma das maiores igrejas do mundo e seu estilo gótico chama a atenção a todos que a visitam. Acho que nunca vi outra construção com traços góticos tão marcantes feita numa pedra tão clarinha quanto essa… Geralmente as igrejas góticas têm um visual mais pesado, com cores escuras, enquanto o Duomo ilumina toda a Piazza.

Galleria Vittorio Emanuelle II e Duomo de Milão

Ao lado da Catedral fica a Galleria Vittorio Emanuelle II, com sua rica arquitetura que emoldura as vitrines das lojas mais chiques e caras de Milão. Para todos que visitam a galeria pela primeira vez, uma coisa é obrigatória: procurar um mosaico de touro estampado no chão e fazer o ritual de pisar no saco do touro com o pé direito e dar uma volta fazendo um pedido. Reza a lenda que o turista que fizer isso terá sorte na sua viagem.

Perto dali tem o lindo Teatro alla Scala, famosa casa de ópera de Milão com quase 240 anos de história. Ao lado do teatro há um museu com memorabilia dos artistas que já se apresentaram na casa, e entre as maiores relíquias está peruca de Mozart!

Não faltam opções de restaurantes nessa região, mas eu quando viajo gosto de comer em restaurantes frequentados pelos locais, zero turístico. O Bellavista Café é um desses. É o favorito dos italianos que trabalham perto da Piazza del Duomo e fica abarrotado na hora do almoço! O endereço é Via Broletto, 18 (fecha aos domingos).

Milao - Castelo Sforzesco
Castelo Sforzesco

O passeio continua no Castello Sforzesco, que possui uma vasta coleção de esculturas incluindo a Pietá Randonini de Michelangelo. Uma dica é comprar um gelato na Grom e passear pelo parque, ambos estão na frente do castelo.

Para fazer uma coisa diferente, quem se encantou com todos os detalhes do Grande Hotel Budapeste e do adorável Moonrise Kingdom vai adorar se sentir como se estivesse num filme de Wes Anderson no Bar Luce, projetado pelo próprio diretor. O bar, que fica no centro de arte contemporânea da Fondazione Prada, tem um jeitinho kitch, vintage e divertido (com direito a pinball e jukebox ♥) como se a gente encontrasse um cenário do mundo fantástico de Anderson na vida real.

O bar de Wes Anderson (via)
O bar de Wes Anderson (via)

Se você puder se programar com antecedência, aproveite a viagem para ver de perto o quadro A Última Ceia, de Leonardo da Vinci, que encontra-se em um singelo convento da cidade, Santa Maria delle Grazie. Para visitar a sala de exposição desta obra de arte é necessário comprar ingresso e fazer reserva online pelo menos 3 meses de antes, pois somente 25 pessoas podem entrar de cada vez. As visitas duram 15 minutos e tem um intervalo de 10 minutos entre cada grupo.

Outra ideia para curtir as obras do gênio renascentista é visitar o Museu da Ciência e Tecnologia Leonardo Da Vinci, o maior desta categoria na Itália. Ele possui vários modelos das engenhocas inventadas por Da Vinci e uma programação cheia de atividades para os visitantes.

Mas se você quer se render às compras, uma boa é a 10 Corso Como, um complexo de lojas e restaurantes que combina obras de arte, moda, música, design, gastronomia e cultura. Tudo isso em um ambiente cool e agradável, dá pra passar horas lá apreciando cada cantinho da loja.

10 Corso Como (via)
10 Corso Como (via)

Milão é excelente para sair à noite e a cidade possui infinitos bares e boites. Minha dica é o bairro Navigli, super charmoso e agitado! Ele é cortado por canais construídos entre os séculos XV e XVIII e concentra vários bares e restaurantes, sendo o lugar favorito dos milaneses para o famoso aperitivo, happy hour em italiano.

4 comentários

  1. Obrigada pela dica do Cenacolo Vinciano, estarei em Milão no fim de Fevereiro e consegui comprar, tinha 1 ingresso disponível para o período que estarei lá! Sorte grande a minha ter encontrado vc por aqui…

Deixe uma resposta