O que fazer em Parma: o lugar para comer o melhor presunto do mundo

Para quem viaja pela região da Emilia Romagna, a cidade de Parma é uma parada obrigatória. Com suas ruas sem semáforos e seus prédios multicoloridos, vagar pela cidade já é prazeroso. Mas o passeio fica melhor ainda com os queijos, prosciuttos e vinhos da região!

parma-italia-casas-coloridas-foto-do-blog-vontade-de-viajar
Casas coloridas em Parma

Aproveitei minha estadia em Bolonha e tirei um dia para conhecer a cidade. Peguei um trem logo de manhã (a viagem dura cerca de 1h e a passagem custa 7 euros) e tive tempo para apreciar a cidade da melhor maneira: a pé!

parma-italia-palazzo-dela-pilotta-foto-do-blog-vontade-de-viajar
Palazzo dela Pilotta

Logo perto da estação já está localizado o Palazzo dela Pilotta, que teve seu nome em homenagem ao jogo espanhol que era praticado em seu interior – a pelota. O palácio foi duramente danificado durante a Segunda Guerra Mundial e hoje em dia abriga a Galleria Nazionale, com as principais obras de arte de Parma. Uma delas é La Spiaggia, um curioso quadro de Renato Guttuso que faz homenagem a Pablo Picasso colocando o pintor no meio da cena.

parma-italia-teatro-farnese-foto-do-blog-vontade-de-viajar
Teatro Farnese

O palácio também abriga o incrível Teatro Farnese, construído nos moldes dos teatros olímpicos, só que feito totalmente de madeira.

O passeio continua até a Piazza Garibaldi, passando pelos lindos prédios coloridos de Parma e por várias feiras de rua no caminho até chegar lá. Nas barraquinhas você encontra de tudo, de antiguidade a comidas regionais.

parma-italia-piazza-garibaldi-foto-do-blog-vontade-de-viajar
Piazza Garibaldi

Piazza Garibaldi é o coração de Parma, onde ficam o Pallazo del Governatore e a Igreja di Santa Maria dela Steccata, além de inúmeros restaurantes e lojas. Não resisti e me rendi à uma das prosciutterias mais famosas da cidade, a La Prosciutteria Noi da Parma, onde degustei vários salames e presuntos diferentes!

parma-italia-presunto-di-parma-foto-do-blog-vontade-de-viajar
Salame e presunto di Parma

Isso abriu meu apetite e segui em direção ao restaurante recomendado por um amigo que esteve recentemente na cidade, a Trattoria del Tribunale onde comi mais um prato de Prosciutto di Parma (tem que aproveitar, né?) e um delicioso risoto de parmigiano reggiano (o verdadeiro queijo parmesão!) acompanhados de uma taça de Pinot Grigio!

Quem aí ficou com água na boca? 😋 Prosciutto di Parma! #VontadeDeViajar #Parma #BlogVille #ViaEmilia #inEmiliaRomagna #VontadeDeViajarItalia

A post shared by Vontade de Viajar (@vontadedeviajar) on

 

Voltei a bater pé pela cidade para fazer a digestão do meu delicioso almoço! Caminhei até a Piazza del Duomo onde está a catedral da cidade, construída em 1106, e o incrível Battistero, tão lindo que quase ofusca o Duomo. Vale a pena pagar o ingresso de 4 euros para ver aquele batistério em forma octogonal totalmente feito de mármore rosa (a construção praticamente esgotou o mármore rosa de Verona).

Parma Italia - Piazza del Duomo e Batisterio - foto do blog Vontade de Viajar
Piazza del Duomo e o Batistério

Terminei meu roteiro visitando o Museu Glauco Lombardi, um lindo apartamento repleto de pertences de Maria Luísa da Áustria, segunda esposa de Napoleão Bonaparte e sobrinha neta da excêntrica Maria Antonieta. Maria Luísa foi duquesa de Parma e viveu na cidade até a sua morte.

Mas eu não podia embarcar no trem de volta a Bolonha sem antes comprar um gelato de pistachio (meu sorvete preferido!) na famosa Emilia Cremeria 🙂

parma-italia-degustacao-de-presunto-de-parma-foto-do-blog-vontade-de-viajar
As delícias de Parma, Itália

Parma é uma cidade que pode ser facilmente visitada em um dia, mas se quiser passar a noite para aproveitar ainda mais o que ela oferece, uma opção é o Century Hotel, que foi recentemente reformado tem bom custo-benefício. Também fica a dica para quem está a caminho de Milão, onde os hotéis tendem a ser bem mais caros: melhor passar a noite em Parma e seguir viagem pela manhã..

banner booking 510x65

27 comentários

  1. Linda as fotos!! Adorei as dicas sobre Parma… a Itália é mesmo encantadora! Amo Roma, mas ainda quero fazer uma viagem com calma passando por várias cidades encantadoras assim. beijinhos

  2. Carol, adorei este teu post!
    Não há um canto na Itália que não seja interessante (e guloso hahahahahaha – ok ok…. sou mega suspeita!!!!! Meu sangue romagnolo é super forte). Pretendo um dia fazer uma viagem apenas pela Emilia-Romagna, seria uma viagem gastronômica por excelência!
    Porém, eu preciso contestar (rs). O “crudo” de Parma é uma delicia, mas você já comeu um Pata Negra???? hummmmmmm
    Esse risoto é novidade para mim, apesar do parmigiano ser o meu queijo preferido (e nem precisa ser o reggiano!)! 😉

    1. Olha, Juliana… Difícil escolher o melhor! Acabei de voltar da Espanha e trouxe um pedaço de jamón ibérico que tá competindo seriamente pelo título! Enquanto a gente não descobre, o jeito é ir viajando e experimentando todos! 😀

    2. Nada melhor que viajar e comer, né Fe?

      Eu me lembro de duas ocasiões (em Portugal) que comemos o Pata Negra como antipasto. Na 1°, quando provei, falei ao meu marido: “Nossa…. esse crudo de Parma é divino!”
      E o garçom que estava na mesa servindo o vinho me disse: “E’ divino porque não é de Parma”
      hahahahahaha
      Achei curioso!

      No segundo, quando pedimos o presunto como antipasto, antes de cometer qualquer gafe, perguntei de onde era o presunto e o garçom
      “Obviamente da Espanha”!

      Nunca coloquei os dois um do lado do outro, mas um dia farei isso!
      😉

  3. Que lugar encantador! Que delícia estas cidadezinhas que parecem ter se perdido no tempo né? Adoro! Amei ir a Itália, mas não conheci este lugar não. Fica para a próxima. Valeu pela dica!

  4. Opa, anotadinhas aqui as dicas, principalmente a do restaurante para comer o proscciutto de parma que eu adoro. Sou péssimo pra escolher restaurante, então sempre preciso guardar essas dicas. Adorei!

  5. Que cidade mais fofa, adoro lugares com esses prédios coloridos. Sou louca para conhecer a Itália e a gastronomia do lugar é algo indispensável para quem visita o país, adorei essa dica do restaurante 🙂

  6. Fico 10kilos mais gordo facilmente se eu visitar Parma! E acredito que os preços devem realmente ser bem convidativos à comilança desenfreada né?! Belo post, abraço e parabéns pelas belas fotos

  7. Nossa, que lindo o Palazzo dela Pilotta, não conhecia e fiquei com vontade de conhecer!
    Obrigada pela opção mais do que interessante de bate e volta ou viagem curta a partir de Bolonha.
    E se fosse eu no seu lugar, ÓBVIOO que também iria comer presunto de parma em tooodas as refeições!!! <3

    1. Oi, Geferson! O valor varia de acordo com o tipo de restaurante, hábitos de consumo etc. mas a média é de 15 a 30 euros.
      Abs e boa viagem!

Deixe uma resposta


Close