Gorges du Verdon e a fábrica da L’Occitane

Fiz um roteiro maravilhoso na minha viagem pela França, em setembro do ano passado: passei 5 dias em Nice para conhecer a região da Côte D’Azur, curti as praias de Saint Tropez e segui viagem para Aix-en-Provence, que foi minha base para visitar Avignon e encontrar algumas das mais lindas paisagens que já vi.

gorges-du-verdon-lago-sainte-croix-em-provence
Lago Sainte Croix, Provence

Já era mais ou menos o 10º dia da viagem e finalmente tinha chegado a vez do passeio mais esperado na região de Provence, que incluía a fábrica da L’Occitane e o rio de águas verdinhas entre os cânions de Gorges du Verdon!

Como o acesso a esses locais não é fácil por ônibus e/ou trem, eu comprei um daqueles passeios de one day tour, com um guia numa minivan pra até 8 pessoas. E o dia foi exatamente como imaginei ♥ Não… foi melhor!

gorges-du-verdon-fabrica-da-loccitane-en-provence
Fábrica da L’Occitane

Tour de 1 dia em Provence

Os tickets de tour são vendidos online ou no centro de informações turísticas de Aix en Provence, que reúne diversas agências de turismo da região, numa espécie de rodízio. Os passeios custam 100 euros em média e podem ser reservados na véspera.

O roteiro do tour começava em Manosque, pra conhecer o processo produtivo da L’Occitane, passava pelo Plateau de Valensole para ver campos de lavanda (ainda que já não estivessem mais floridos, pois a época é entre meados de junho e julho), continuava pelo vilarejo de Moustiers-Sainte-Marie, que é pequeninho, mas lindo lindo lindo, e terminava em Gorges du Verdon, onde a paisagem do lago entre os cânions é de tirar o fôlego!

gorges-du-verdon-loja-de-fabrica-da-loccitane-en-provence
L’Occitane realmente “en Provence”

A L’Occitanne é pequenininha, e seu processo produtivo é super interessante e feito com todo cuidado. Além da fábrica, tem também um museu e, claro, uma lojinha! 😀 Até que me controlei e não comprei muita coisa… Ok, sei que tem loja no Brasil, mas comprar ali onde foi produzido tem um gostinho especial.

Seguindo o caminho, passamos por Valensole, onde ficam os plateaus de lavanda e girassol. Já havia terminado o período dos campos floridos, então as lavandas já haviam sido colhidas e destiladas (para fazer os óleos e essências) e os girassóis também já não estavam lá… Ficou a vontade de voltar em meados de junho para caminhar entre as flores, aquela imagem “roxinha” que não me sai da cabeça.

gorges-du-verdon-moustiers-sainte-marie
Moustiers-Sainte-Marie

A beleza dos lagos e Gorges du Verdon

A próxima parada foi em Moustiers-Sainte-Marie, considerado o vilarejo mais bonito da região. É mesmo lindo! Uma típica cidade do interior da França entre duas pedras enormes, e lá no topo tem uma igrejinha. A vista sobre o lago Saint-Croix é absolutamente incrível! O lago é artificial mas é lindo de verdade!

Para encerrar o dia perfeito, seguimos pra Gorges du Verdon, onde as águas do rio Verdon passam entre as montanhas! Alguns trechos do cânion têm até 700 metros de profundidade, e a água é tão linda, naquele tom de esmeralda… Me apaixonei!

gorges-du-verdon-pedalinhos-no-canion-de-agua-verde-no-sul-da-franca
Pedalinhos na Gorges du Verdon

Tem muitos pedalinhos e caiaques pra andar pelas “gargantas” do lago, ou simplesmente curtir a prainha de água doce. O trecho entre as cidades de Castellane e Moustiers Sainte-Marie é um dos mais bonitos, e a cidade pode ser uma boa opção para quem quer passar a noite e curtir melhor as trilhas e atividades ao ar livre por ali.

Esse passeio foi a chave de ouro para o meu roteiro pelo Sul da França! No fim do dia, voltei para Aix-en-Provence já ansiosa para reencontrar Paris, a última cidade da viagem… 🙂