Tudo em Malta é construído com pedra calcária, o que dá à ilha inteira a mesma cor. O contraste da pedra clara com o mar azul escuro fica lindo! Mas a arquitetura de Malta não me impressionou à primeira vista.

À parte dos palacetes na Mdina e das fachadas ornamentadas na ilha de Gozo, os prédios baixinhos e retos que predominam na ilha não pareciam nada especial. Até que comecei a reparar que, na simplicidade das casas, o charme fica por conta dos detalhes.

arquitetura-de-malta-construcoes-de-calcario

1. As varandas de madeira coloridas

A primeira coisa que se nota numa casa típica de Malta é a varanda no segundo andar. Colorida, feita de madeira, às vezes parece não encaixar direito na construção… mas é capaz de alegrar a rua inteira! Esse tipo de varanda virou moda no século 18, possivelmente por influência espanhola. Como a ilha quase não tem árvores, varanda de madeira era um luxo. Hoje em dia, muitas delas já estão envelhecidas… e o governo está subsidiando a restauração para preservar o visual característico das ruas 🙂

arquitetura-de-malta-varandas-coloridas-em-malta

2. Imagens de santos nas casas de Malta

Um detalhe mais discreto mas igualmente pitoresco está ao lado da porta: as casas em Malta são conhecidas pelo nome, não necessariamente/apenas pelo endereço. E como o catolicismo é uma parte extremamente importante da cultura maltesa, muitas casas têm nome de santo e uma pequena imagem religiosa na fachada, como forma de expressar devoção.

arquitetura-de-malta-casa-em-malta-com-imagem-de-santos

Outra coisa comum de se ver são colunas ou nichos nas esquinas com estátuas de anjos e santos, para pedir proteção à cidade… Não que faltem igrejas, mas às vezes tem gente que para um pouquinho para rezar no meio da rua mesmo!

Durante a nossa viagem, em agosto, a ilha estava completamente decorada para o festival da Assunção de Nossa Senhora – deixando os vilarejos mais bonitos e coloridos.

arquitetura-de-malta-decoracao-do-festival-da-assuncao-de-nossa-senhora

3. Malta tem mais igrejas que Kms quadrados

Se as casas em Malta são simples, a arquitetura mais elaborada parece ficar por conta das igrejas. Elas também são sempre bege, construídas com pedra calcária, mas experimentam com todo tipo de estilo e demonstram muita influência europeia… tem até igreja gótica em Malta!

arquitetura-de-malta-igreja-em-gozo

Em qualquer canto da ilha, os domos e as torres dominam a paisagem. Não é força de expressão dizer que há mais igrejas que quilômetros quadrados: Malta é menor que o Ceará e soma mais de 360 igrejas em seu território! É um dos 3 países mais católicos do mundo e passagem do apóstolo São Paulo por lá (que foi abrigado na ilha após um naufrágio a caminho da Itália) faz parte do imaginário que reforça a devoção.

Share

 

3 Comentários

Exibir Comentários