O que ver e fazer no Parque do Retiro, em Madri

Ideal para um passeio no fim da tarde depois de visitar os museus de Madri, o Parque do Retiro é um dos lugares mais agradáveis da capital espanhola, além de ser parada obrigatória para todos os viajantes.

O parque é o pulmão da cidade e cenário romântico para quem busca a tranquilidade da natureza, mesmo no meio de uma capital viva e movimentada. Esportistas, artistas, namorados, famílias… todo mundo tem um cantinho preferido no Parque do Retiro 🙂

Madri Parque do Retiro - Lago Grande Estanque

Mas entre os inúmeros esconderijos e histórias, o Parque do Retiro guarda alguns segredos surpreendentes!

Museus, flores e livros

O Parque do Retiro segue paralelo ao Paseo del Prado por vários quarteirões, o que significa que dá para combinar o passeio com qualquer um dos grandes museus que fazem parte da “museum mile” de Madri: Reina Sofia, CaixaForum, Museu do Prado e Thyssen-Bornemisza.

Leia mais: Como aproveitar os museus de graça em Madri

Madri Parque do Retiro - Museu do Prado

Entre o Reina Sofia e o Parque del Retiro fica o Jardim Botânico de Madri, onde você pode fazer uma volta ao mundo em 80 plantas. O ingresso custa 4 euros.

Mas se livros são a sua paixão, você pode preferir seguir a lateral do Jardim Botânico pela rua Claudio Moyano, onde há uma feirinha de livros interessante 🙂

Decidiendo entre libros

Porta de Alcalá

Se você não entrar no parque pela lateral, vindo de um dos museus, provavelmente seu passeio vai começar pela estação de metrô Retiro, que é toda decorada com azulejos inspirados no parque.

Dali você já vai ver a Porta de Alcalá, criada no século 18 como uma espécie de Arco do Triunfo para marcar a entrada da cidade, quando Madri ainda tinha a muralha medieval a seu redor.

Puerta de Alcalá

Jardins do Parque do Retiro

Dentro do parque há vários espaços diferentes, cada um tem seu charme. Alguns dos mais bonitos são o Jardim de Cecilio Rodríguez, com suas esculturas e colunas em meio às plantas, e a Plaza Parterre, um jardim de estilo francês que faz sucesso pelas árvores cortadas redondinhas – cenário lindo com o Museu do Prado ao fundo!

Madri Parque do Retiro - Plaza Parterre

Também vale passar pelo Bosque del Recuerdo, um jardim memorial que fica no canto mais próximo ao Reina Sofia. É uma pequena colina com um caminho em espiral entre 192 oliveiras e ciprestes – uma árvore para cada vítima do atentado terrorista ocorrido no metrô de Madri em 2004.

Palácio de Cristal e Palácio de Velázques

Continuando o passeio pelo parque, no meio de todo o seu verde, a gente encontra o Campo Grande, um jardim criado para as exposições internacionais do século 19. Alguns de seus pavilhões mais emblemáticos, como o Palácio de Cristal (criado como uma estufa para exibir flores das Filipinas) e o Palácio de Velázques (concebido para uma mostra sobre a mineração e a indústria da transformação), foram mantidos e hoje abrigam exposições de arte organizadas pelo Museu Reina Sofia.

El Palacio de Cristal de El Retiro

Paseo de las Estátuas

A Alameda da Argentina, que ficou conhecida como Paseo de las Estatuas, é ornada por uma série de estátuas que retratam os monarcas espanhóis. Tinham sido criadas para decorar o Palácio Real de Madri, mas acabaram sendo levadas para espaços públicos, como a Plaza de Oriente, os Jardins de Sabatini e o Parque do Retiro.

A lenda é que Bárbara de Braganza, esposa do rei Fernando VI, teria tido um pesadelo em que as estátuas caíam em cima dela, e por isso mandaram tirá-las do palácio.

Parque del Retiro

Mas a história oficial também não deixa de ser curiosa: as estátuas teriam sido tiradas a pedido de Carlos III, o rei sucessor, para acrescentar o nome de cada monarca – porém eram tantos que as estátuas acabaram com os nomes todos trocados e assim foram levadas para os parques 😀

Antigo cemitério

Pouca gente sabe que no Parque do Retiro já existiu um cemitério! No final do século XVIII, o rei Carlos III decidiu construir um local de descanso eterno para os empregados do parque. Além disso, algum mortos da Guerra Peninsular, conhecida pelos espanhóis como Guerra de Independência.

Fuente de la alcachofa

Ainda é um mistério hoje em dia, depois de tantas reformas ocorridas no parque, se o cemitério se manteve ou se os esqueletos foram retirados. Desafio os mais corajosos a visitarem o parque durante o Halloween e tirarem suas conclusões! 😜

O duende do parque

Outra curiosidade é um habitante um tanto quanto divertido e místico do parque: o Duende del Retiro, retratado na escultura criada por José Noja.

Duende (Parque del Retiro)

O monarca Felipe V, sempre que passeava pelo parque, encontrava flores diferentes e coloridas em seu caminho, que não tinham sido plantadas por seus jardineiros, e não sabia de onde elas surgiam… As plantas pareciam crescer num passe de mágica! Ao longo dos anos, os empregados do parque também relataram terem visto um pequeno duende correndo pelo jardim, mas ninguém nunca foi capaz de pegá-lo.

Diz a lenda que os casais apaixonados que encontram o duende desfrutam de amor verdadeiro e felicidade pelo resto da vida!

Fonte do Anjo Caído

Uma das obras que representaram a Espanha na Exposição Universal de 1878 em Paris, a estátua do Anjo Caído foi motivo de polêmica quando ganhou espaço no Parque do Retiro. É uma das poucas estátuas que retratam o diabo no mundo (embora ali mesmo em Madri haja um outro anjo caído, no alto de um prédio da Calle Milaneses, quase esquina com a Calle Mayor… rs).

Estatua del Ángel Caído

Instalada no local da antiga Fábrica de Porcelnas del Buen Retiro (que produziu muitas peças para os palácios reais espanhóis), a fonte do Anjo Caído tem um pedestal que a eleva a exatamente 666 metros acima do nível mar de Alicante. Essa coincidência (que não é assim tão rara, já que Madri tem altitude média de 655 metros) despertou ainda mais as teorias hereges em torno da estátua…

Casita del Pescador

No cantinho do parque virado para a estação Príncipe de Vergara, está a simpática Casa do Pescador. Esta pequena e pitoresca casinha foi criada no século 19 em um pequeno lago, onde o rei e os membros da família real pudessem pescar e relaxar.

La Casita del Pescador - HDR -

Sua construção foi parte dos esforços de revitalização do parque depois de ter sido quase todo destruído na Invasão Napoleônica e na Guerra Peninsular.

Estanque e Monumento a Afonso XII

O lago é o protagonista do Parque do Retiro. Já foi palco de simulações e reencenações de batalhas navais, foi utilizado para pesca e até para competição de natação, mas hoje em dia ele é um dos lugares de lazer preferidos da cidade e abriga cerca de 8000 peixes, além de tartarugas e caranguejos.

À margem do lago fica o Monumento a Afonso XII, uma imensa colunata com uma estátua do rei ao centro. Os degraus do monumento ficam movimentados nos dias de sol – todo mundo aproveitando Madri ao ar livre!

Madri Parque do Retiro - Barquinhos no Lago Grande Estanque

Um bom passeio para se fazer no lago é alugar um barquinho na zona denominada Embarcadero. Existem dois tipos de barco, o tradicional com remos, que custa 6 euros em dias de semana e 8 euros nos fins de semana, e o barco movido a energia solar que custa 2 euros por pessoa por 15 minutos de passeio.

Minha dica é alugar um barco bem no momento do pôr do sol, quando o reflexo da luz solar nas águas do lago cria um espetáculo visual apaixonante, impossível de não se maravilhar!

Madri Parque do Retiro - Lago ao por do sol

Se Madri fosse sediar os Jogos Olímpicos de 2020 ao invés de Tóquio, a proposta da cidade era esvaziar o lago para dar lugar à competição de vôlei de praia. Só de imaginar este cenário para um jogo de vôlei já me faz torcer para ser ali uma das próximas Olimpíadas!

Parque do Retiro de bicicleta

Em cada jardim do Parque do Retiro a gente encontra uma surpresa: artistas fazendo performance ao ar livre, grupos de música e de dança… Com tanta coisa para ver e fazer, pode ser legal alugar uma bicicleta para explorar todos os cantinhos!

Os preços começam em 5 euros/1 hora e vão até 15 euros/24 horas na Rent & Roll, que tem uma loja perto da Porta de Alcalá e outra em frente à Plaza Parterre. Além de bikes, eles têm patins, longboard e segway. A Diver Bikes, que fica na ponta do parque próxima à Casita del Pescador, oferece também triciclos e karts família (para 2 adultos e 2 crianças).

1 comentário

Deixe uma resposta


Close