Cruzeiro de Miami às Bahamas

Contribuição de Tatiana Brayner, jornalista carioca apaixonada por fotografia, shows e viagens.

A verdade é que eu nunca tinha imaginado fazer um cruzeiro. Sempre quis conhecer o mundo, mas em um navio nunca foi minha intenção. Foi a paixão por uma banda da adolescência que fez a aventura virar prioridade… e realidade!  Percebi que cruzeiro é muito melhor do que eu imaginava, além de mais simples.

Bahamas - Navio do cruzeiro Carnival Imagination (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

Fiz duas dessas viagens com o mesmo navio mas com percursos diferentes (e a terceira já está programada para esse ano!). Eu e três amigas compramos o pacote para o cruzeiro dos Backstreet Boys com uma agência especializada nesse tipo de cruzeiro temático – os trajetos são similares aos passeios normais da Carnival Cruise Lines mas há uma programação especial com show e participação da banda.

Preparação e embarque

O embarque é feito no porto de Miami e pra isso você deve custear sua chegada, o que também te possibilita conhecer uma das cidades preferidas dos brasileiros no exterior. Então tenha a preocupação normal de uma viagem para os EUA: passaporte, visto, passagens de ida e volta. Bem próximo ao porto existem diversos hotéis com preços bem bacanas e que até oferecem shuttle grátis para o porto. É importante chegar um dia antes do embarque para não ter imprevistos.

Bahamas - Balsa que leva do navio a ilha (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

Alguns dias antes do embarque, você recebe um email para o check in online. Com ele preenchido, a hora da entrada no navio é bem parecida com a do aeroporto: despachar malas, passar no raio x e pronto! As restrições de bagagem também são parecidas com as de uma viagem de avião. E vale lembrar, pra quem enjoa, um remedinho é sempre válido caso o mar esteja agitado algum dia.

O navio do cruzeiro

Meu primeiro cruzeiro, em dezembro de 2011, saiu de Miami e foi até Nassau, a maior cidade das Bahamas. Fora a programação específica do cruzeiro temático, os passageiros aproveitam todas as vantagens que o navio oferece. Todas as refeições estão incluídas e um serviço de pizza 24h não te deixa na mão. A variedade é grande e apenas bebidas alcoólicas e refrigerantes são pagos à parte.

Bahamas - Bar do navio luxuoso (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

É realmente um mundo novo lá dentro. Piscinas, hidromassagem, spa, golf, parquinho, toboágua, cassino, restaurantes, lojas, discoteca: um hotel gigante de luxo flutuante. As cabines variam de preço de acordo com seus tamanhos e podem ser adquiridas para até 4 pessoas.

Nassau, Bahamas

Num roteiro de 4 dias, um dia inteiro é ancorado. Você tem um horário limite para retornar ao navio, usando o transporte próprio ou taxi. O cruzeiro temático nos ofereceu uma festa no resort de Cable Beach, mas todos os passageiros podem passear à vontade por onde quiserem. O centro comercial tem tudo que um local turístico deve ter: restaurantes, lojas de souvenirs e passeios históricos.

A paisagem da ilha, e a vista da ida e da volta são estonteantes! As praias têm areia clarinha e uma limpeza impressionante, cristalina. A água estava bem gelada, mas isso depende da época da viagem.

Bahamas - Nassau (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

Pra quem tem medo de viajar por conta do mar, realmente acontece de balançar um pouco. Mas muitas vezes você também esquece que está no oceano! Dá pra aproveitar os dias no navio para relaxar ou para não dormir nada – ao gosto do freguês. Assim como todas as idades podem curtir o passeio e conhecer muita gente nova.

O segundo cruzeiro

Curti tanto a primeira viagem que planejei meu segundo cruzeiro em outubro de 2013. O navio foi o mesmo, Carnival Imagination, mas o destino mudou: Half Moon Cay.

Talvez por ser minha segunda experiência, consegui organizar melhor os meus próprios horários e conheci melhor ainda o navio. Dessa vez fui a quase todos os espaços oferecidos e tirei mais fotos. Aproveitei os jantares, utilizei mais serviços e fui também em uma cabine maior, que oferecia mais conforto e ainda um embarque VIP.

Bahamas - Miami vista do cruzeiro (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

Novamente em um cruzeiro temático, curti festas especiais e um show na primeira fila, também resultado da cabine mais cara. Algumas outras coisas foram também diferentes: prestei mais atenção ao lado de fora do navio ainda quando estava dentro dele. A vista de Miami e do próprio porto é uma atração que muita gente não percebe, pois fica distraída com o próprio navio.

Half Moon Cay

Nosso destino ainda foi Bahamas, mas dessa vez bem menor, e melhor! A ilha Half Moon Cay não tem nem um porto, então na prática a aventura foi maior. Em grupos, os passageiros são alocados em pequenas embarcações e levados até o píer. Chegando lá, você encontra basicamente o paraíso. Areia clarinha, águas transparentes, praia sem ondas. A réplica de um navio antigo nas areias dá a ilusão de um local habitado por piratas e deixa a viagem ainda mais interessante. A época também me ajudou e o clima tropical fez temperatura da água ficar ideal!

Bahamas - Half Moon Cay (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

Por lá, é possível alugar pequenos bangalôs se quiser mais conforto. Eles têm estrutura pra tirar um cochilo e fazer refeições, além de admirar a paisagem de uma forma mais privada. Na praia, espreguiçadeiras dão o tom das férias, além de garçons oferecendo drinks à beira-mar. Você pode ainda fazer passeios de jet ski e à cavalo, entre outras atrações.

Glamour em Miami

Fiz valer a viagem e fiquei mais uns dias em Miami dessa vez. Antes de embarcar no cruzeiro, me hospedei em um hotel mais para o centro e aproveitei as lojas. Como boa brasileira, curti as compras de marcas famosas mas aproveitei também lojas desconhecidas e restaurantes pequenos, tudo a pé.

Bahamas - Collins Avenue em Miami (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

Muita gente corre para os outlets para encher as malas. Nesse caso o Sawgrass Mills e o Dolphin Mall são perfeitos. Mas por ali também é bacana visitar um shopping local: o Bayside Marketplace. Lá os preços também são convidativos e você ainda tem ótimas fontes para comprar lembrancinhas de viagem para a família e amigos. À noite, os restaurantes são a melhor atração. O Hard Rock Cafe é o destaque.

O desembarque do cruzeiro ocorre pela manhã, então fui direto para o segundo hotel, em South Beach. Deu pra conhecer melhor a vida mais glamourosa da cidade. Os famosos postos de salva-vidas na praia, bem ao estilo SOS Malibu, são parada obrigatória. Com poucos dias você conhece a famosa Ocean Drive, a Collins Avenue e os lugares mais badalados. A vida noturna por lá é bem agitada, cheia de restaurantes e baladas para todos os gostos.

Bahamas - Praia de Miami no estilo SOS Malibu (foto de Tatiana Brayner para o blog Vontade de Viajar)

Vale super a pena fazer o cruzeiro e ainda se planejar pra dois ou três dias a mais de diversão em Miami. O primeiro cruzeiro tinha sido a melhor viagem da minha vida, até que o segundo aconteceu. Estou ansiosa pelo terceiro!

[color-box] Veja ofertas de hotéis em Miami no Booking.com [/color-box]

Leia também:

>> Aruba: férias em família no Caribe
>> Los Angeles: praia e estúdios de cinema

24 comentários

  1. Olá! Muito legal os seus comentários. Se puder me dar algumas sugestões, desde já agradeço. Vou fazer meu quarto cruzeiro, porém, primeira vez em Miami. Terei 3 dias antes e 2 depois pra conhecer. Como é melhor fazer primeiro? Downtown, Miami Beach ou outro lugar? E como vc se deslocou do aeroporto até o hotel e do hotel até o porto? Taxi?

  2. Oi, Batista! A gente conversou com a Tati (que escreveu o post) para tirar dúvidas e ela explicou que a ordem tanto faz. Downtown é mais perto do porto (até 10 min) e tem mais comércio. Miami Beach é um pouco mais afastado (uns 30min) e, além da praia (claro!) também tem lojas e é mais badalado à noite. Vale a pena dar uma olhada na quantidade de coisas que você quer fazer em cada um pra decidir o que vai fazer antes ou depois.

    Considerando que você vai ficar uns dias rodando a cidade, pode ser boa ideia alugar um carro, pra gastar menos dinheiro e depender menos de táxi. No porto existe agência pra devolver o carro antes do embarque. Mas, se não quiser deixar pro mesmo dia, sem problemas ir de táxi, não sai caro. Muitos hotéis também tem transfer, pago ou grátis.
    Abs e boa viagem!

  3. Oi adorei suas dicas, vou em Março e farei o cruzeiro para Nassau, apenas 3 dias e depois mais 3 em Miami, alé dos 09 que ficarei em Orlando kkkkkk, tenho 3 perguntinhas que estão borbulhando na minha cabeça: 1 – Consigo me virar no navio sem falar inglês? 2 estarei com compras de Orlando, é tranquilo levar essas malas todas para o Navio, (não confio deixar no hotel) 3 que roupas levar para as noite no navio, preciso de roupas mais chiques, saltos…? Bjoooo

    1. Oi, Keila! Vamos lá…
      1. Consegue, sem problemas! A tripulação é sempre muito gentil e muitos falam inglês e espanhol. Dá pra se entender tranquilamente. E pra circular por lá, o navio é bem intuitivo. Não tem erro. 2. Assim como em aviões, o navio tem aquele limite de bagagem. Vale você verificar no site da empresa de cruzeiros. Se a sua for a Carnival, a mesma com a qual viajei, são 2 malas com 22.68kg (além da bagagem de mão). Essa questão é importante até pra você ter mobilidade dentro da sua cabine. 3. Meu cruzeiro teve noites temáticas, pois era de uma banda. Se o seu cruzeiro não tiver uma programação fixa, vale levar uma roupa mais arrumadinha para o dia do jantar do capitão. No salão não é permitido usar roupa de praia ou chinelos. Mas não se preocupe muito com roupas muito chiques, longos e saltões. Priorize seu conforto! 😉
      beijos!

  4. Ola, Gostaria de saber se fizer um mini cruzeiro saindo de bahamas pois sei q ate o caribe nao é necessario visto. Mas quero chegar ate miami é possivel sem o visto? Como pode ser feito para conhecer ou fazer Compras..

    1. Oi, Giselda
      Os EUA não permitem entrada de brasileiros sem visto, independente do motivo ou da duração da estadia no país. Para desembarcar em Miami, você precisará apresentar passaporte e visto americano válidos.
      Abs e boa viagem!

  5. nanda, vou fazer um cruzeiro pelo carnival tambem porem vou para orlando antes e nao tenho onde deixar minhas bagagens. ha de fato restricao sobre o tamanho? sao grandes de rodinha dessas que costumamos levar no aviao mesmo e como a restricao do voo eh de 32 kg, pretendo aproveitar as comprinhas em orlando. eles pesam mesmo a mala? ja ouviu de alguem que tenha tido problema com isso? e há como pagar um extra para ter uma terceira bagagem por exemplo?
    obrigada!!

    1. Oi, Luciene! Já fiz três cruzeiros pela Carnival e nunca vi bagagens barradas. Também nunca passei por pesagem. Minhas bagagens são entregues com as tags a funcionários antes de passarmos pelos detectores e fazermos check in.

      Mas… o site da empresa dá a orientação de 2 malas por pessoa, cada uma com até 50 libras (22,68 kg) e 40,64 cm x 60,96 cm (não há restrições de comprimento). Você pode conferir mais detalhes no link: http://goo.gl/AIS1p5. E vale também tirar a dúvida de vez mandando um email pra lá.

      Outra opção é o serviço de luggage storage, para guardar bagagens enquanto está no cruzeiro. Existe no aeroporto e também em outras empresas especializadas espalhadas pela cidade. Vale pesquisar o preço se for o caso. Beijos!

  6. Olá!
    Muito boas informações acima citadas. Obrigado!

    Poderia me informar 3 coisas:
    1- qual diferença das empresas: Norwegian Carnival e Royal Caribbean?
    2- o navio oferece alimentação inclusa qualquer horario? Mesmo que eu perca exemplo horario do almoço?
    3-o parque aquático de Atlantis em Nassau “é uma boa”?

    Muito obrigado!!!

    1. Oi, Victor
      Vamos lá…

      1. Eu só fui a cruzeiros da Carnival. Mas acredito que a grande diferença entre eles sejam os portos de saída e os destinos. Muitos roteiros são parecidos mas vale a pena você pesquisar.

      2. Posso falar pelos cruzeiros da Carnival. Todas as refeições – café da manhã, almoço e jantar – estão incluídas e são servidas em horários determinados, especificados desde o seu embarque. Os únicos itens pagos são refrigerantes e bebidas alcoólicas. Caso você perca os horários, existem roomservice e uma pizzaria 24h.

      3. Infelizmente não fui ao parque. Meu cruzeiro era temático, por isso tive um dia com atividades específicas em um resort em Nassau.

      bjs!

  7. Ola, tu sabes dizer se existem roteiros de 2 dias saindo de Miami ou fort lauderdale? Como faz pra comprar os pacotes? Obrigado pela atenção.

    1. Olá, Eduardo! Sim existem cruzeiros mais curtos, de 2 ou 3 dias, saindo de Miami ou Ft. Lauderdale com destino às Bahamas. Vale a pena você pesquisar por todas a cias que fazem cruzeiros pra lá, pois todas devem ter pequenas viagens e o preço depende do que está incluído e para qual ilha você deseja ir.

      Com uma rápida pesquisa achei um na Norwegian (link: http://goo.gl/G9OBlu). A Carnival (www.carnival.com) e a Royal Caribbean (www.royalcaribbean.com.br/) também tem opções de 3 noites.

      Além disso, algumas empresas oferecem um serviço de balsa rápida entre Ft. Lauderdale e Grand Island Bahama, para quem quiser fazer passeios de um só dia. Uma delas é a Balearia (www.balearia.com/wps/portal/balearia).

      Você tem duas opções para fechar uma viagem assim: através de uma agência de viagens ou por conta própria.

      A vantagem de uma agência são conforto e despreocupação. Você provavelmente fechará um pacote, de uma só vez e parcelado incluindo tudo: passagens aéreas, cruzeiro, hotel e translado. A desvantagem é: por conta de tudo isso você gastará um pouco mais com a taxa da agência.

      Para fechar tudo sozinho, você só precisa entrar no site, escolher e fazer o pagamento – que deve ser em cartão de crédito internacional. Lembrando que para a viagem você entrará de avião pelos EUA e por isso precisará, além das passagens, de passaporte e visto americano válidos. O ideal é chegar ao menos 1 dia antes no país, para não correr riscos com atrasos de vôos. E para desembarcar nas Bahamas por poucos dias você não precisa de outro visto, o americano já é suficiente.

      Espero ter ajudado… Boa sorte e boa viagem!!! Você vai amar!

  8. Oi tati, pretendemos fazer um cruzeiro em dezembro ou janeiro. Tem ideia de quanto gastaríamos se fossemos um dia antes e ficássemos uns dois dias em Miami. Tipo hotel, transporte e alimentação. Ao menos o básico só para ter uma ideia.

    1. Oi, Luzia! Tudo bom? Estimar custos é complicado porque varia muito do estilo de viagem e dos padrões de consumo de cada um. Você pode consultar preços de hospedagem e fazer sua reserva através deste link e é possível ver o preço médio dos restaurantes no Yelp. Também é uma boa ideia ver os preços de tour guiados e passeios. As tarifas de transporte estão disponíveis no site da prefeitura de Miami.
      Espero ter ajudado! Bjos e boa viagem 🙂

  9. oii tudo bem? Sabe me dizer se o clima em bahamas e caribe em janeiro é bom ? tenho medo de nao conseguir ir na praia ou de estar mais friosinho.
    Obrigada.

    1. Oi, Monique! bahamas tem quase 100% do ano ensolarado, então é dificil você não conseguir pegar uma praia. Clima chuvoso por lá, mesmo quando acontece, é bem calorzinho.

      A estação chuvosa dura de maio a novembro. Acho que você pode ir tranquila! 🙂

  10. Olá, eu embarco nos Estados Unidos para Bahamas num cruzeiro de 3 dias, passo pela imigração normal? Com fotos, digitais e ao retornar o procedimento é o mesmo? Pq uma vez tive problemas com minhas digitais num porto de entrada. Tenho medo de não conseguir retornar ou perder meu cidto

  11. Bom dia, vou fazer um cruzeiro saindo de Miami, dá para alugar um carro no aeroporto de miami, e devolver no Porto no dia do Cruzeiro e depois que chegarmos do Cruzeiro alugar outro?

    1. Da sim, Cristiane. Basta verificar essa possibilidade na locadora escolhida, no momento do aluguel. Bjs!

    2. Oi, Cristiane
      A princípio dá, sim. Confere os endereços da locadora 😉
      Dependendo da duração do cruzeiro e da estadia, simula no site o aluguel por todo o período para ver se o custo por diária cai… Pode valer a pena deixar o carro num estacionamento.
      Bjo e boa viagem!

Deixe uma resposta


Close