O que fazer em Paris: 10 dicas top

Colaboração de Taiz Costa, parisiense de coração e estilo, que também escreveu aqui sobre os museus de Paris.

Paris é um encanto. Esta é uma verdade e ponto. Sempre volto apaixonada de uma viagem para lá – assim foi na minha primeira visita, também na segunda, na terceira… Não importa quantas vezes a visitemos, há sempre o que fazer em Paris – esta cidade nos oferece cultura e requinte sem fim.

Paris chic - Place Vendome - foto de Mark Hogan
Place Vendome (via)

Viajei pra lá durante o inverno mas a temperatura esteve agradável, o que possibilitou caminhar bastante pela cidade – e isso já é uma atração em si, concordam? Aproveitei para fazer passeios tradicionais ao ar livre que me agradam muitíssimo e curti toda a badalação da Semana de Moda que estava acontecendo na cidade! Destaco aqui 10 passeios mais marcantes e restaurantes badalados para inspirar quem sonha em conhecer o lado chic de Paris:

1. Tomar chá na Fauchon

Caminhar pelos arredores da Place de la Madeleine e visitar a famosa epicerie é um clássico do qual não abro mão. A Fauchon é fantástica e oferece iguarias deliciosas, desde caviar e foie gras de primeira até os coloridos macarons. Para os que desejam percorrer a Champs-Élysées, considero o caminho desde a Place de la Madeleine, descendo pela Rue Royale em direção à Place de la Concorde o mais charmoso possível.

Paris chic - Cafe e doce no Angelina
Doce no Angelina

2. Rue Saint-Honoré e Place Vendome

Passear pelas vitrines das grandes grifes da moda é um luxo e a atmosfera estava particularmente luxuosa durante a Semana de Moda de Paris, com a maior movimentação à porta do 5 estrelas Mandarin Oriental. Tomar um chocolate quente (também na versão chocolate branco) no Angelina não muito longe dali é uma opção deliciosa.

3. Compras na Colette

No número 213 da Saint-Honoré fica uma das lojas mais cult de Paris, onde rolam os eventos mais descolados da cidade. Na Colette, você encontra de tudo – desde souvenirs diferentes até roupas exclusivas de grandes grifes, passando por eletrônicos, livros, discos, além de maquiagens e perfumaria (no fundo do primeiro andar, existe uma seção com o que há de mais moderno no gênero, deixando todas as mulheres ensandecidas). Apesar de os preços não serem dos mais convidativos, o design clean e moderno da loja e a simpatia dos vendedores cheios de estilo fazem da Colette um lugar que vale visitar. No subsolo da Colette ainda existe o Water bar, um bom local para descansar das compras e fazer uma rápida refeição. O nome não é à toa, lá é possível experimentar diversos tipos de água.

► Veja os melhores hotéis boutique de Paris no Booking.com
Paris chic - Vitrine da loja Colette - foto de Karl Hab
Vitrine da Colette (via)

4. Avenue Montaigne

Outro grande endereço da moda de Paris, a Avenida Montaigne exibe suas vitrines ainda mais encantadoras. Para você sentir o gostinho de todo o glamour, almoçar no restaurante L’Avenue é fabuloso. Os risotos são uma boa pedida – simplesmente deliciosos!

5. Amor na Pont des Arts

Amo esta ponte, não tem como não amar. É inspirador ver os cadeados, tantas juras de amor, tantas esperanças, encontros e segredos que esta preciosa ponte testemunhou. Vale cruzar a ponte pelo menos uma vez, indo em direção ao Louvre, enquanto a tradição dos cadeados ainda existe

Pont des Arts (AFP)
Pont des Arts (AFP)

6. Le Bon Marché e La Grande Epicerie

Adoro visitar o Bon Marché Rive Gauche, é uma boa opção para compras sofisticadas e é mais acolhedor que Galeries Lafayette ou Printemps . A Grande Epicerie é um sonho, dá para se perder nas variedades de mel, azeite, sal, vinho… Tudo de dar água na boca!

7. Sacré Coeur e Monmartre

Esta região é um charme, apesar de muito turística. Adoro passear pelas ruelas, ver os artistas nas praças e sentir um pouco do clima boêmio. A vista do alto da Basílica de Sacré Coeur sobre Paris encanta sempre.

8. Jantar com vista pra Torre Eiffel

Opções bacanas para jantar também não faltam em Paris e aproveitei a viagem para conferir alguns restaurantes deliciosos, como o Monsieur Bleu, super bem localizado, no Palais de Tokyo, com vista privilegiada para a Torre Eiffel. Amei, amei e amei. A comida é super saborosa e bem servida e o drink Di Vino me conquistou pela apresentação e pelo sabor. A frequência é impressionante, muita gente bonita.

Vinho na mamadeira
Vinho na mamadeira

9. Vinho sem taça

Mais descolado é o Le Refuge des FonduesApesar de considerar um sacrilégio tomar vinho francês em uma mamadeira (!!!), achei a experiência válida pelo que tem de inusitado.

10. Ver e ser visto

E, para fechar, o elegante La Société, em Saint Germain de Prés, é um restaurante que vale conferir, principalmente se você estiver hospedado nessa região. Comida deliciosa, música top e muita gente animada. Porque afinal, em Paris, ver e ser visto faz parte da experiência.

[color-box] Veja os melhores hotéis boutique de Paris no Booking.com [/color-box]

Leia também:
>> Segredinhos de quem já morou em Paris
>> 5 museus de Paris além dos óbvios
>> Como andar em Paris sem ser de metrô

9 comentários

  1. Tudo em Paris é lindo! A gente não sabe o que fazer. O melhor é não ir com “guia”. É muito fácil andar lá e o transporte é excelente. Escolha onde quer ir e vá.

  2. Lila, sonhe e vá. está mais traquilo ir para A Europa do que viajar dentro do Brasil. Minha viagem foi planejada mega em cima da hora, se eu tivesse tido mais tempo teria aproveitado e ido em outros lugares só da França desta vez. Mas foram os melhores 15 dias de férias que já tive! Ainda mais se sair do “circuito” turístico. Por isso precisa-se de mais tempo e planejamento. Aconselho amizades com moradores de lá e blogs. Consegui dicas incríveis e mesmo com amigos saí todos os dias sozinhas para lugares que nem sabia como. É único!

Deixe uma resposta