Era ainda a minha primeira semana no Porto quando fui visitar a Fundação de Serralves, que reúne a Casa, o Parque e o Museu. Ali, onde um dia foi a quinta de veraneio da família do Conde de Vizela, hoje é uma das atrações mais interessantes pra quem gosta de arte e quer ver um lado da cidade totalmente diferente do centro histórico.

Museu Serralves Porto - Palacio de Serralves

Mansão do Conde

O parque tem diversas esculturas e instalações de arte espalhadas por seus 18 hectares, em meio a uma espécie de jardim botânico formado por árvores típicas da região norte de Portugal e outras mais exóticas, além de um roseiral. O céu azul de setembro tornou o passeio ainda mais bonito.

Algumas das peças mais famosas são a “Pá de jardinagem”, de Claes Oldenburg e Coosje van Bruggen, e caixa triangular de Dan Graham, batizada de “Double Exposure”, que brinca com a transparência e as imagens refletidas no vidro.

Museu Serralves Porto - esculturas no jardim

Esculturas no jardim

O paisagismo geométrico do jardim abre caminho até a Casa de Serralves, mansão cor-de-rosa que ainda guarda algum mobiliário e objetos da época em que foi habitada, na década de 1940. Pelas janelas do 2º andar, se revela uma bela vista panorâmica do parque.

Um museu dedicado à arte contemporânea foi inaugurado em 1999, colocando o lugar de vez no circuito turístico e cultural da cidade. O prédio minimalista é assinado por Alvaro Siza Vieira – o “Niemeyer português”, se me permitem a comparação.

Porto - Museu de Serralves - arquitetura minimalista de Siza Vieira

Museu Serralves Porto - Museu de Arte Contemporanea em Portugal

Museu de Arte Contemporânea

O Museu de Serralves se tornou uma referência em arte contemporânea da Europa. Seu acervo, que conta com artistas como Julião Sarmento, é composto principalmente por obras da década de 1960 para cá. Exposições temporárias, performances e outras atividades movimentam a Fundação durante todo o ano.

Já falei aqui no blog sobre museus que têm horários de entrada gratuita, né? No caso de Serralves, o ingresso é grátis aos domingos, das 10h às 13h – e foi bem nesse horário que eu fui! Com tanta coisa para fazer e ver por lá, também é bom saber que há restaurante e lanchonete, além de áreas para piquenique.

Museu Serralves Porto - Exposicao Bienal SP 2015 - foto Facebook oficial Fundacao Serralves

Exposição (Foto: Fundação Serralves)

Se der sorte de viajar para o Porto entre maio e junho, aproveite para participar do evento Serralves em Festa, que reúne de 75 a 100 mil pessoas a cada ano, com 40 horas ininterruptas de apresentações de música, teatro, dança, circo e artes em geral.

O festival, que tem entrada livre, contou mais de 900 artistas em exposição e 200 performances em 2012. A edição de 2015 será realizada dias 30 e 31 de maio e a programação já está no site.

Museu Serralves Porto - Serralves em Festa 2015 - foto Facebook oficial Fundacao Serralves

Serralves em Festa (Foto: Fundação Serralves)

Para quem viaja em família, vale saber que dentro do parque há diversos bichinhos, como patos, tartarugas… e até uma fazendinha com bois (o gado português tem espécies diferentes das que temos no Brasil). Em alguns dias, também são realizadas oficinas de artes para crianças.

A Fundação Serralves funciona de terça à sexta das 10h às 17h, e fica aberta até às 19h aos fins de semana. O ingresso custa € 7 (museu e parque) e há descontos para estudantes. Para chegar lá, servem os ônibus (STCP) 201, 203, 502 e 504.

Museu Serralves Porto - Jardim de Serralves em Portugal

Jardim de Serralves

Se estiver de carro, aproveite para visitar o Forte de São Francisco Xavier, conhecido como Castelo do Queijo, que fica a menos de 10 minutos dali.

Construído no século XVI, o Castelo do Queijo tem uma bela vista da praia e da região da Foz do Rio Douro. A entrada custa simbólicos € 0,50 (aliás, em Portugal se diz “cêntimos” ao invés de “centavos”.. rs).

Museu Serralves Porto - Castelo do Queijo Matosinhos

Castelo do Queijo

Nessa mesma área fica o Parque da Cidade, o maior parque urbano de Portugal, que abriga várias espécies de aves e oferece trilhas para caminhada, espaços para piqueniques e algumas fontes.

O Pavilhão da Água, criado para a Expo 98 em Lisboa, hoje está instalado nesse parque com todas suas instalações e jogos de água. É outra ótima opção para passar uma tarde de sol no Porto 🙂

Share

 

9 Comentários

Exibir Comentários

Close