Sempre tive interesse pela história da França e, na minha última viagem, fiz um roteiro lindo percorrendo as Praças Reais de Paris para descobrir mais sobre elas. Nos séculos 17 e 18, essas praças eram espaços públicos concebidos para simbolizar a grandeza dos reis, e ainda hoje são retratos daquele período pré-revolução francesa em que a monarquia esbandalhava luxo.

As Praças Reais são caracterizadas por sua forma geométrica perfeita, sempre com um monumento central glorificando um monarca. Paris possui 5 dessas praças, algumas conhecidas mundialmente pelas belezas arquitetônicas.

Place des Vosges

Pracas Reais de Paris - Place des Vosges

A Place des Vosges, no 4ème arrondissement, é a praça planejada mais antiga de Paris e foi até arena de duelos séculos atrás. Na época, era chamada simplesmente de Place Royale, porque era a única, e foi rebatizada várias vezes até ganhar o nome atual.

Inaugurada em 1612 pelo rei Luís XIII, é dominada por uma estátua dele no centro da praça e composta por 36 casas idênticas ao seu redor. Uma dessas casas é a Maison Victor Hugo, onde o autor do Corcunda de Notre-Dame morou entre 1832 e 1848, e onde começou a escrever sua obra prima, Les Misérables. A Place des Vosges é um ótimo ponto de partida para um passeio pela região do Marais, mas não sem antes dar uma volta sob as arcadas que cercam a praça, onde tem vários restaurantes e lojinhas charmosas 🙂

Place Vendôme

Localizada no 1er arrondissement, a Place Vendôme é famosa pelo badalado Hotel Ritz e pelas joalherias que começaram a se instalar por ali para conquistar o público de alta classe do Ópera Garnier. Até hoje é uma das áreas mais elegantes de Paris (e fica pertinho da Colette, uma das grandes lojas da Rue Saint Honoré).

No centro da praça, havia originalmente uma estátua equestre do rei Luís XIV, mas que foi destruída em 1792, na Primeira Revolução Francesa. A coluna que a gente vê hoje em dia, com a estátua de Napoleão Bonaparte no alto, foi construída em 1810 com o bronze de 1.200 canhões tomados dos russos e dos austríacos, comemorando a vitória francesa na Batalha dos Três Imperadores.

Place de la Concorde

Pracas Reais de Paris - Place de la Concorde

Maior praça de Paris e uma das mais belas do mundo, a Place de la Concorde foi criada para homenagear Luis XV mas hoje é mais famosa por ter sido palco de acontecimentos cruciais da Revolução Francesa. Nela foi instalada a famosa guilhotina em que foram decapitados o rei Luís XVI e sua excêntrica esposa Maria Antonieta (tem uma placa no chão marcando o lugar exato).

O nome “concórdia” celebra a reconciliação dos franceses após a Revolução, e talvez seja essa a explicação das estátuas representando diferentes cidades francesas pelos cantos da praça. Mas o obelisco que fica ali no meio não tem nada a ver com isso: foi presente diplomático do Egito, que queria fazer aliança contra a Inglaterra, em 1836. É um pedacinho do Templo de Luxor bem no meio de Paris!

Dali, você pode caminhar em qualquer direção que não vai se arrepender: a Concorde fica no 8ème arrondissement entre a Champs-Élysées e o Jardin des Tuileries, com o Louvre de um lado e a Madeleine do outro.

Place des Victoires

Pracas Reais de Paris - Victoires

Pouco conhecida pelos turistas, a Place des Victoires se localiza entre o 1er e o 2ème arrondissements de Paris, rodeada por lojas. Um dos prédios mais bonitos é o palácio sede do Banque de France. Se passar por ali, tente imaginar 2 toneladas e meia de ouro que se encontram no subsolo da praça!

Construída em 1686, a Place des Victoires possui em seu centro uma estátua do rei Luís XIV, comemorando suas vitórias militares. Um fato curioso é que durante a Revolução Francesa a estátua original foi derretida para a construção de canhões de guerra e a imagem de Luís XIV só voltou para a praça 40 anos depois, mas desta vez caracterizado como um imperador romano (vai entender, né?!).

Place Dauphine

Pracas Reais de Paris - Place Dauphine

Na ponta da Île de la Cité, atrás do Palácio de Justiça, a Place Dauphine é uma das praças reais menos conhecidas de Paris (mas quem já jogou Assassin’s Creed Unity vai reconhecer o lugar 😀 ).

Construída por ordem do rei Henrique IV em homenagem a seu 1º filho, ela tem um certo charme por sua forma triangular e a sua localização isolada do burburinho da cidade. Como é cercada por prédios residenciais, a calma e a tranquilidade reinam ali. No fim de semana fica cheio de gente fazendo picnic e jogando bocha!

Share

Um Comentário

  1. […] famosa praça real de Paris serve de locação para Andy tomar a decisão de deixar o mundo da moda para trás e começar de […]

Exibir Comentários