Ilha de Alcatraz: o presídio inescapável

San Francisco é uma cidade californiana repleta de lugares pitorescos e um dos passeios mais interessantes que fiz foi visitar a pequena Ilha de Alcatraz. Entre 1934 e 1963 ela foi sede de uma das prisões mais seguras do planeta e ficou famosa por ter entre seus prisioneiros o lendário mafioso Al Capone.

Alcatraz - Ilha de Alcatraz em San Francisco - foto Ulysses Vilela
Foto: Ulysses Vilela

Alcatraz ganhou fama de ser “inescapável” por três motivos: a localização a 2 km da costa, as rígidas regras disciplinares do presídio e a grande quantidade de guardas – a média era de um guarda para cada sete detentos. A ilha é rodeada por águas muitos frias e fortes correntes marítimas, o que dificultava as fugas. Nos quase 30 anos em que a prisão funcionou, somente 34 presidiários tentaram fugir de lá.

Alcatraz - Ruinas do presidio desativado - foto Ulysses Vilela
Foto: Ulysses Vilela

A história de três deles aparece no filme “A Fuga de Alcatraz”, estrelado por Clint Eastwood. Mas apesar de terem conseguido sair do presídio, os fugitivos nunca mais foram encontrados e estima-se que eles tenham morrido nas águas da baía de San Francisco, tornando oficial que ninguém conseguiu de fato fugir de Alcatraz.

O presídio encerrou as suas atividades em 1960 e os últimos detentos deixaram a ilha em 1963. O custo de manutenção do presídio era altíssimo, cerca de três vezes mais caro que outras prisões federais americanas. Em 1972 a ilha foi transformada em museu e hoje recebe cerca de 1 milhão de visitantes por ano.

alcatraz-presidio-inescapavel-foto-ulysses-vilela
Foto: Ulysses Vilela

Ao chegar em Alcatraz o visitante fica livre para realizar o roteiro que desejar. Meu passeio pela ilha durou cerca de 3h – comecei assistindo a um pequeno filme introdutório sobre a história do presídio e logo em seguida fiz o circuito do audio tour. As gravações do áudio-guia são excelentes para contar cada detalhe do dia-a-dia dos detentos.

Alcatraz - Uniformes do presidio

O passeio começa pelas celas da prisão, passando pelo refeitório, banheiros onde os detentos tomavam banho, vestiário e todas as outras instalações do presídio.

O interessante é que no tour com áudio é possível ouvir relatos reais de presidiários que passaram por Alcatraz contando como era a vida no presídio, o que torna o passeio mais interativo e emocionante.

Também dá para entrar em algumas celas e observar cada detalhe de como era estar preso lá, além de poder entrar em uma das solitárias do presídio, extremamente escura e somente com um buraquinho na porta. É de arrepiar!

O tour continua fora da área das celas, onde há o famoso farol, que na verdade foi construído para proteger o estado da Califórnia de ataques de piratas e foi o primeiro farol em operação na Costa do Pacífico. Ver a paisagem da cidade no horizonte é incrível, a Golden Gate e as inúmeras ladeiras de San Francisco ficam absolutamente lindas lá da ilha.

Alcatraz - Vista de San Francisco - foto Ulysses Vilela
Foto: Ulysses Vilela

Alcatraz pode ser visitada em passeios diurnos ou noturnos. Eu optei pelo passeio diurno já que além de conhecer o presídio queria curtir a vista privilegiada que se tem de lá. O passeio começa pelo Píer 33 e há ferrys (barcos) saindo a cada meia hora a partir das 9h da manhã. Durante o verão a ilha fecha às 18h30 e durante o inverno às 16h30. Clique aqui para ver a disponibilidade e horário dos passeios.

Alcatraz - Vista da Golden Gate - foto Ulysses Vilela.jpg
Foto: Ulysses Vilela

Aconselho comprar os ingressos antecipadamente online ou no dia anterior do passeio, pois podem se esgotar. Vale lembrar que não tem lanchonetes na ilha (há somente água para os visitantes), então uma dica legal é levar um lanche ou então comer no ferry a caminho de Alcatraz.

4 comentários

  1. Visitei Alcatraz a muitos anos atrás, quando tinha apenas 14 anos. Não acredito que tenha mudado nada daquela época. Mas, não sei se hoje teria o efeito que teve naquela visita. Me lembro que fiquei realmente apavorada. Deu medo mesmo saber que estava em uma prisão, em uma ilha, no meio da água. Tentei ir uma vez depois, mas não conseguiria ingresso, pois tinha muita gente na frente.

Deixe uma resposta


Close