Por ser uma região fria, muita gente evita viajar para a Escandinávia fora do verão – eles não sabem o que estão perdendo. Viajei para Estocolmo no outono e me surpreendi com a beleza da estação! A arquitetura da cidade, predominantemente cinza e de tons pastéis, fica absolutamente deslumbrante com as folhas alaranjadas da estação.

Estocolmo - Suecia no Outono

Suécia no Outono

Chegamos a Estocolmo na primeira semana de outubro, logo no início do outono. A temperatura ficava em torno de 10 a 15 graus durante o dia, e entre 0 e 5 a noite. Pode parecer frio, mas uma blusa e um casaco mais pesado são suficientes para andar à vontade pelas ruas.

Se o seu interesse for puramente turístico, eu diria que em apenas dois ou três dias você já consegue visitar bastante coisa e ter uma boa visão geral sobre a capital sueca.

Sueco, pra mim, é grego

Dada a complexidade da língua oficial e a política de abertura do país em relação à imigração e ao turismo, imaginei que fosse ouvir o inglês com frequência pelas ruas, o que não foi o caso. De fato, todos falam muito bem o inglês – desde os profissionais de turismo no hotel aos vendedores de bilhetes no metrô – mas a maioria das placas estão apenas em sueco e muitos restaurantes não têm nem cardápio em inglês.

Museu Nórdico

Museu Nórdico

No supermercado, é impossível reconhecer o que é o que. Em alemão, ao menos, você acaba adivinhando algumas palavras ao associá-las ao inglês – mas o sueco é um idioma completamente diferente e indecifrável. Caso queira fazer compras, minha dica é pesquisar os nomes ingredientes antes de ir ao mercado.

Fui também a algumas livrarias a procura de um livro em inglês e não encontrei. Também aqui, só vi livros em sueco. É verdade que você consegue se virar muito bem na cidade falando inglês, mas não é uma língua que faça parte do cotidiano deles.

Chegando em Estocolmo

A melhor maneira para chegar ao centro de Estocolmo do aeroporto é de trem. O trajeto dura cerca de 20 minutos e sai de dentro do próprio aeroporto. O bilhete do “Arlanda Express” pode ser comprado no centro de informações do aeroporto ou dentro do trem com os fiscais que fazem a verificação dos bilhetes.

Arquitetura em tons pastéis

Arquitetura em tons pastéis

Eu recomendo comprar no aeroporto mesmo, onde sai mais barato – o bilhete ida e volta fica em torno de 490 SEK e tem validade de um mês. Importante lembrar que lá a moeda não é o Euro, é a Coroa Sueca (SEK). A cotação atual é mais ou menos Kr 2,75 para cada R$ 1.

Gamla Stan, o centro histórico

Com uma composição peculiar, Estocolmo é uma espécie de cidade-arquipélago, formada por várias ilhas conectadas. O Gamla Stan, centro histórico de Estocolmo, é uma das regiões mais bonitas da cidade e se estende sobre três ilhas, chamadas Stadsholmen, Helgeandsholmen e Strömsborg.

Praça Stortorget em Gamla Stan (foto: Wikimedia Commons)

Gamla Stan (foto: Wikimedia Commons)

O bairro é super agradável e muito turístico, costuma ser o ponto de partida para quem quer conhecer a cidade. Você encontra aqui muitas lojas, bares e bons restaurantes.

Na Ilha de Stadsholmen fica o Palácio Real, residência da Família Real da Suécia. Reconhecido como um dos maiores palácios europeus, com 7 pavimentos de altura, sua construção foi iniciada no final do século 17 e concluída apenas em meados do século 18.

Estocolmo - City Hall a sede da prefeitura - foto de Mariana Magalhaes Costa para o blog Vontade de Viajar

Prefeitura de Estocolmo

A 20 minutos dali, o edifício da Prefeitura (City Hall) também é interessante de visitar. Eles organizam tours guiados diariamente nos quais eles explicam a história do prédio, além de uma explicação sobre o governo sueco e a estrutura política local.

Djurgården, a ilha dos museus

Djurgården é uma espécie de ilha dos museus em Estocolmo, reunindo o Vasamuseet, o Museu Nórdico e o Museu Marítimo. Visitei o Vasamuseet, que tem sua exposição inteiramente estruturada em torno do navio Vasa, naufragado em sua primeira viagem, no ano de 1628. Os destroços foram resgatados 333 anos depois do naufrágio, em 1956.

Vasamuseet: navio de 1628

Vasamuseet: navio de 1628

Ver um navio que ficou três séculos sob a água completamente recuperado é arrepiante! Nos sentimos transportados de volta para o século XVII. A exposição apresenta também um documentário contando sobre o processo de restauração da embarcação, muito interessante.

Cultura e gastronomia

O Kulturhuset é o grande centro cultural da cidade. Ele abriga uma série de teatros, salas de exposições, um café, um restaurante e uma midiateca.

Kulturhuset: centro cultural

Kulturhuset: centro cultural

Situado em frente à estação de trem e metrô Sergels Torg, o Kulturhuset encontra-se bem no centro da cidade. Ao seu redor, uma malha de diferentes ruas com várias lojas modernas e centros comerciais.

Não muito longe de lá, nos deparamos com a Praça de Hötorget, onde fica o edifício Konserthuset – aquele que sedia anualmente a entrega do premio Nobel, além de ser a casa da Orquestra Filarmônica Real. Nos meses mais quentes do ano, a praça é ocupada por uma feira que existe ali desde a Idade Média.

Ainda nesta região, sugiro uma visita ao mercado Östermalm Saluhall. Aqui, além de você encontrar uma boa variedade de peixes, queijos e outros ingredientes suecos, não faltam opções de restaurantes para degustar uma boa refeição sueca. A decoração do local também é muito bonita. Os quiosques possuem todos o mesmo design em madeira, e o charme especial está nas bandeiras da Suécia, penduradas sobre o passeio.

Share

7 Comentários

  1. Em agosto irei para a Itália, providenciar minha cidadania italiana. Tenho que ficar entre 15 á 20 dias na Itália para completar todo o processo.

    Depois pretendo ir para Londres, minha dúvida é:

    Existe algum trem da Itália á Londres, ou vocês recomendam algum outro transporte?

    Quais lugares visitar na Itália e Londres nesse período?

    Pretendo ficar 2 meses em Londres e depois retornar a Itália pra mais um mês.

    • Oi, Diego! Tudo bem?
      Considerando a distância entre a Itália e a Inglaterra, acredito que o trem seria interessante apenas se você fizesse um roteiro com paradas para conhecer outras cidades no caminho – na Suíça, na França ou na Bélgica, por exemplo. Caso você queira ir direto, viajar de avião seja mais prático e mais barato. Pelo site http://www.skyscanner.com.br/ você consegue pesquisar opções de voos com bons preços.

      Você pode encontrar dicas de passeios em Londres nesse link: http://vontadedeviajar.com/tag/londres/ e algumas dicas da Itália aqui: http://vontadedeviajar.com/tag/italia/

      Depois dá um pulinho aqui para compartilhar com a gente as dicas e histórias dessa sua temporada na Europa : )
      Abraços e boa viagem!

  2. Parabens a Equipe do Blog Vontade de Viajar, as fotos sao lindas, eu já estive três vezes na Suécia, mas na regiao de Göteborg, em Maio e duas vezes em Junho/Julio, e agora em meio de Setembro vou pela primeira vez a Estocolmo, muito obrigado pela imformacao sobre a temperatura, eu moro na Alemanha, e aqui nós nao precisamos de um casaco grosso no Outono, entao vou ter que levar um casaco de inverno para andar a noite e faz um volume, Mas nao há outro jeito, pois comprar lá é muito caro. eu tenho um Blog que praticamente nao movimento, vou ficar muito felis de receber nele sobre vossas imformacoes de viagens, meu Blogs von Ivone Bühler, lichtundfarbe.
    Um grande abraco e muito obrigado pelas dicas, Ivone

Exibir Comentários