Nice: uma viagem pela Côte D’Azur

Ano passado, viajei pra Grécia e fiquei com gostinho de conhecer a Côte D’Azur,  no sul da França, uma região que tinha sido ocupada pelos gregos uns 2300 anos atrás. E, já que ia passar tão perto da Provença, por que não aproveitar e dar um pulinho lá,  pra conhecer Avignon, ver os campos de lavanda e girassol e os famosos vinhedos?

Passei meses planejando e pesquisando, e o resultado foi um roteiro de 15 dias, tendo Nice como base pra conhecer a Côte D’Azur, depois uma relaxada em Saint-Tropez, um pedacinho da Provença a partir de Aix-en-Provence, e o grande final: Paris! Nessa série especial para o Vontade de Viajar, vou contar a cada domingo um pedacinho desse roteiro, dando todas as dicas para conhecer algumas das paisagens mais bonitas da França 😉

nice-banquinhos-na-beira-da-praia

Eu poderia ter alugado um carro para circular pela região, mas acontece que eu sou uma negação total em localização geográfica. Sou capaz de me perder em qualquer lugar, mesmo quando conheço as redondezas. Então, como eu havia decidido viajar sozinha, eliminei de cara a possibilidade de dirigir por lá…. Resolvi que iria usar ônibus, trem, bicicleta e pernas pra ir de um lugar ao outro.

Nice: minha base na Côte D’Azur

Do aeroporto de Nice é bem fácil comprar o ticket de ônibus que leva ao centro da cidade (linha 98, a passagem custa € 6). O trajeto é rápido e o caminho é super agradável, porque segue a orla (Promenade des Anglais), a principal rua de Nice.

nice-fontes-d-agua-na-place-massena

Em 15 minutos o ônibus me deixou na esquina da Place Masséna, que é enorme! E linda! É uma praça quadrada, cercada de construções vermelhas e com um jardim enorme com fontes de água, bem refrescante pra um dia de verão.

Super central, a Masséna dá fácil acesso à Place Garibaldi (de onde saem os ônibus para Mônaco e Cap Ferrat), à Avenue Albert Première (de onde saem os ônibus pra Saint Paul de Vence) e à Avenue Jean Médicin (cheia de lojas como Sephora e H&M, e que leva à estação de trem), além de ser colada na Vieux Nice e Cours Saleya (onde ficam as lojinhas, bares e o Mercado de Flores).

nice-hotel-negresco-iluminado-a-noite

A Cours Saleya foi justamente meu destino na primeira noite da viagem. Jantei no Café des Fleurs e escolhi uma seleção de queijos (camembert, gruyère, roquefort, chèvre) com pães e uma taça de rosè de Provence geladinho – aliás, meu vinho favorito nesta temporada.

Depois, um sorvete de amarena e uma caminhada pela Promenade des Anglais até o suntuoso Hotel Negresco, vendo os muitos luaus que acontecem na praia de pedrinhas.

nice-por-do-sol-ao-entardecer

Nos 4 dias seguintes, fiz vários passeios bate-e-volta para conhecer pequenas cidades da região, como Cap Ferrat, Mônaco, Villefranche-Sur-Mer, Èze Village, Saint Paul de Vence, Cagnes-Sur-Mer e Cannes.

Todas ficam a até uma hora de Nice e são rápidas de se visitar, então ainda aproveitei muitas noites na Promenade des Anglais (que vira Quai des Étatis-Unis, e depois mais umas duas outras Quais), com direito a picnic na praia, drinks no Balthazar e outros lounges e barzinhos da praia, passeios de bicicleta…

cote-dazur-picnic-em-nice-na-praia-de-pedrinhas

Numa dessas, fui jantar no bistrô-lounge Le Maori, na Rue Masséna, e comi o melhor peixe ao pesto com purê trufado de todos os tempos! De sobremesa, um glace de pistache espetacular na Amorino, uma sorveteria artesanal que você não vai se arrepender de conhecer 😀

Como os dias são bem longos no verão, teve um dia em que voltei para Nice a tempo de subir a Colline du Château. Pegadinha: o elevador estava desligado e tive que encarar a escadaria…. Pegadinha de novo: a “colina do castelo” não tem castelo nenhum.  Mas tem um caminho bacana, com um restaurante e um mirante que oferece a vista mais bacana de Nice. E que por do sol!

nice-orla-iluminada-pelo-sol

As manhãs em Nice também foram uma delícia. Ao menos uma vez vale a pena acordar bem cedinho para aproveitar a feira livre mais bacana da Côte D’Azur: Marché des Fleurs, na cours Salaya, que funciona todos os dias, exceto às segundas.

Além de todas as lindíssimas e perfumadíssimas flores, há também os melhores temperos, ervas para chá,  queijos, molhos e, claro, legumes, verduras e frutas fresquíssimos. E tudo tão caprichosamente arrumado! Depois de um capuccino et pain au chocolat, fui provar algumas frutas favoritas e umas novas que nunca havia visto.

nice-mercado-de-flores

Algumas das cidades que tem para ver nessa região ficam tão pertinho de Nice que dá pra chegar em 15 ou 20 minutos, e em muitos dos trechos a passagem custa menos de 5 euros – não senti nenhuma falta de ter alugado um carro. É possível visitar muitos lugares em poucos dias e, ainda assim, fazer uma viagem bem tranquila e curtir as praias da Riviera Francesa numa boa.

Nos próximos posts, vou contar tudo sobre os bate-e-voltas que fiz para ver vilarejos medievais, ilhas de água azulzinha e todos aqueles cenários luxuosos onde os ricos e os hollywoodianos passam as férias 😉 Domingo que vem tem mais um pouquinho dessa viagem! Até lá!

26 comentários

  1. Parabéns pelo blog. Estou indo para Barcelona-Cote- e se der tempo Provence ( 7 noites pelo Sul da França) e adoraria dicas para aproveitar bem o período. Comecaremos por Nice. Acha que vale a pena ficar 7 noites pela Riviera OU combinar com Provence?
    help me!
    obrigada

    1. Oi, Juliana! Que bom que gostou do blog 🙂
      Muitas das cidades da Côte d’Azur ficam a até meia hora de Nice, dá para visitar até 2 por dia, então em uma semana é possível esticar a viagem para Provence também. Lembra que se quiser ir até Gorges du Verdon é bom reservar pelo menos 1 dia para o bate-e-volta a partir de Aix. Dá uma olhada nos outros posts desta série e vê quais cidades te parecem mais interessantes. Acho que o roteiro feito pela Lu pode te ajudar!
      Bjos e boa viagem

    1. Oi Daniela! Obrigada! Minha sugestão é de avião. De trem são 5h30 de duração e a passagem muitas vezes sai o mesmo preço de uma passagem de avião, além de economizar tempo.
      Bjs e boa viagem!

  2. Olá! Adorei o blog!!!
    Viajo em outubro para França. Minha base será Cagnes-sur-Mer. Gostaria de conhecer as seguintes cidades:
    1. Aix en Provence
    2. Cannes
    3. Èze Village
    4. Gourdon Village
    5. Les Gorges du Verdon
    6. Mônaco
    7. Nice
    8. Saint Jean Cap Ferrat
    9. Saint Paul de Vence
    10. Saint Tropez
    11. Villefranche-Sur-Mer
    Alguma sugestão de roteiro para 6 dias de forma a contemplar tais cidades? Quais posso visitar no mesmo dia?
    Obrigada!

    1. Oi, Andressa! Tudo bom?
      A Lu visitou 5 dessas cidades em 3 dias: Mônaco, Cap Ferrat, Villefranche, Saint Paul de Vence e Éze Village (você pode ler tudo nesse post aqui). Cannes ela fez combinando com outras praias. Mas alguns desses passeios merecem ao menos 1 dia completo, como Gorges du Verdon, Aix en Provence e St. Tropez, além de Nice. Talvez 6 dias fiquem muito corridos para visitar todas essas cidades. Dá uma olhada nos outros posts – quem sabe, pode ser melhor você enxugar um pouco o roteiro para poder curtir o clima de cada lugar sem pressa 😉

  3. Olá! Gostaria de saber se alugou carro ou se andou de transporte público na França…caso tenha alugado carro, foi necessário apresentar uma CNH interncional ou eles aceitam a CNH brasileira?

    Obrigada!

  4. Oi!!! Estou planejando uma viagem de 1 semana na Côte d’Azur e também farei de Nice minha base. Gostei muito das dicas de uso de transporte público porque também não pretendo alugar carro. Vou pegar as dicas dos outros posts também e montar meu roteiro! Obrigada por compartilhar!

  5. Vc recomenda um Hotel em Nice q fica bem localizado , tanto p curtir Nice , como p pegar os transporte públicos .

  6. Oi, Fernanda, muito legal o seu blog. Eu irei à Nice em agosto/2016 e levarei uma mala de 32kg e mochila etc. O ônibus que se pega no aeroporto tem bagageiro na parte inferior do ônibus ou é um ônibus de linha comum?

    Obrigada.

    1. Que lindo seu comentário, Eduarda! Fico super feliz de saber que o blog tá sendo uma inspiração para a sua viagem! ♥
      Se quiser dar uma força pra gente, usa os links aqui do blog quando for reservar seus hotéis – a gente recebe uma pequena comissão do Booking pela indicação de um leitor, sem que você tenha que gastar nem 1 centavo a mais por isso 😉
      Beijos e boa viagem!

Deixe uma resposta para Daniela Cancelar resposta


Close