Pequena e discreta, a Ponte dei Pugni poderia passar completamente despercebida numa viagem a Veneza. Mas no século 17 a “ponte dos punhos” era palco de uma das tradições mais épicas da Sereníssima República: a Lotta dei Pugni.

veneza-ponte-dei-pugni-historia-disputa-dos-clas

Ponte dei Pugni: a ponte dos punhos

Veneza era dividida entre dois clãs rivais – os Castellani, de San Pietro di Castello, e os Nicolotti, de San Nicolo dei Mendicoli. A rivalidade era antiga e eles usavam até pequenos detalhes nas roupas para diferenciar a que lado pertenciam. Todos os anos, entre setembro e dezembro, milhares de pessoas se reuniam em volta das pontes de Veneza para ver eles se enfrentarem numa “luta de punhos”.

Os melhores lutadores de cada clã eram colocados nos cantos das pontes e então eles trocavam socos até um derrubar o outro no canal frio e cheio de esgoto que passava abaixo. A galera ia ao delírio! O público cercava a ponte, se pendurava pelas janelas em volta, ia de barco para tentar um ângulo melhor… Era um espetáculo enormemente popular, um grande acontecimento na cidade!

veneza-la-lotta-dei-pugni-joseph-heintz-sec-17

“La Lotta dei Pugni” pintada por Joseph Heintz no séc. 17

No início as lutas eram com lanças afiadas, mas diz a lenda que na batalha de 1585, quando os Castellani viram que tinham perdido a maior parte de suas armas, eles arrancaram suas couraças de proteção e desafiaram os Nicolotti para o mano-a-mano e assim passou a ser por mais de um século. Os pugilistas venezianos começaram a se aperfeiçoar e até viajavam a outros países para aprender novas técnicas de socos e murros!

Repare nas pegadas que a gente vê nos cantos da Ponte dei Pugni. Elas marcavam a posição dos lutares para começar o combate. Quando você estiver passando por perto do Campo San Barnaba, em Dorsoduro, procure a Ponte dei Pugni e tente imaginar a cena 🙂

veneza-ponte-dei-pugni-luta-dos-punhos

Ponte dos Punhos perto do campo de San Barnaba

Essa não era a única que servia de ringue – também tinha uma perto da Igreja de San Zulian, que ganhou o nome de Ponte della Guerra, e outras duas em San Marziale e San Zulien. Mas à medida que o século XVII chegava ao fim, as lutas começaram a perder popularidade e os aristocratas que participavam e patrocinavam os lutadores começaram a buscar novos esportes.

A última Lotta dei Pugni aconteceu em setembro de 1705 e a coisa desandou de tal jeito que as lutas foram oficialmente banidas por lei. O embate tinha começado da maneira habitual, mas os socos levaram a uma briga generalizada, com direito a pedras e telhas sendo atiradas para todos os lados, e a confusão terminou de forma trágica quando facas foram puxadas.

veneza-ponte-dei-pugni-pegada-dourada

Pegada dourada na Ponte dei Pugni em Veneza

Mesmo depois da proibição, os feitos heroicos dos Castellani e dos Nicolotti nas Lutas de Punhos ainda foram comemorados por muitas décadas em poesias, pinturas e lendas de Veneza 🙂

Share

Seja o primeiro a comentar