O Jardim de Luxemburgo está no top 5 dos meus lugares favoritos de Paris! Sempre que visito a cidade tiro uma tarde para passear por ele e relaxar, lendo um bom livro, escutando música e fazendo um picnic.

paris-jardim-de-luxemburgo-palacio

Palácio de Luxemburgo

Durante a primavera, as diversas cores das flores tomam conta do jardim, que é o mais popular (e talvez o mais bonito) de Paris. No fim de semana, ele fica animado com o movimento, muitas famílias aproveitando o dia de sol, grupos de amigos conversando e garotos brincando com os barquinhos no chafariz central 🙂

paris-jardim-de-luxemburgo-barquinhos-no-lago-do-parque

Barquinhos no chafariz

Um monumento que sempre me chamou a atenção está localizado em um dos extremos do jardim: La Fontaine Médicis. De estilo barroco, ela foi construída em 1624 para homenagear Maria de Médici, esposa do rei Henrique IV. O Palácio de Luxemburgo, onde eles moraram, fica ali perto (na parte norte do jardim) e atualmente funciona como sede do senado francês.

paris-jardim-de-luxemburgo-carol

Sol no parque

Para encontrar a fonte é preciso explorar o jardim, já que ela se encontra à sombra das árvores, quase escondida. Um fato curioso é que comentei sobre esta fonte com um amigo parisiense e ele não a conhecia! Acabei descobrindo que ela é relativamente desconhecida por quem mora lá… Paris é mesmo cheia de segredos e histórias intrigantes! 🙂

paris-jardim-de-luxemburgo-fonte-de-medicis

Fonte de Medicis

Para quem visita o parque, a Fonte de Médici é uma das “paradas obrigatórias” e às vezes fica bem concorrida! Quando passei por lá, estava cercada de gente admirando e tinha até um casal de noivos usando a fonte como cenário para um ensaio fotográfico ♥

paris-jardim-de-luxemburgo-estatua

O parque mais “parisiense”

Se a fonte já não deu a dica, as 106 estátuas espalhadas por todo o jardim não deixam esconder as referências italianas. O paisagismo que a gente vê ali foi inspirado no Jardim Boboli, de Florença, cidade onde nasceu a rainha Médici.

Depois de se perder pelos caminhos arborizados até encontrar roseiras e estufas com coleções incríveis de orquídeas, aproveite os bancos e cadeirinhas verdes para relaxar e ver o movimento.

paris-jardim-de-luxemburgo-perfeito-para-ler-um-livro

Cadeirinhas no jardim

Como fica entre o bairro de Saint-Germain-des-Prés e o Quartier Latin, o entorno do Jardim de Luxemburgo também se revela um dos melhores lugares para bater perna pela capital parisiese, com muitas lojinhas e monumentos.

paris-jardim-de-luxemburgo-pantheon-com-painel-inside-out

Panthéon com painel Inside Out

Saindo do jardim, segui o meu passeio até o Panthéon de Paris, que estava com seu domo cercado pela obra “Inside Out” do artista JR. A intervenção mostrava 4 mil fotos de pessoas de todos os tipos formando um grande mosaico para representar a diversidade do mundo contemporâneo. Um jeito lindo de completar a tarde!

Share

3 Comentários

  1. Estive no Jardim de Luxemburgo em Maio de 2015. Realmente muito bonito.

  2. […] outro lado do Jardim de Luxemburgo, chegando no bairro de St. Germain de Près, ainda é possível comer um croissant em dois dos […]

Exibir Comentários