Contribuição de Cristiane Crelier, que viajou com os filhos de 6 e 8 anos.

Uma grande dúvida de quem viaja para a Disney é onde se hospedar. Fiz uma viagem de 11 dias para Orlando e, com problemas para chegar a uma decisão definitiva, decidi que ficaria em mais de um hotel. Fiquei ao todo em três e posso opinar sobre eles, além de falar sobre as regiões em volta, o que abre um pouco a gama para quem procura hotéis mais em conta.

Eu gostei de ficar em mais de um hotel porque estava sempre perto dos parques que eu queria ir, podia sair do parque nos horários mais quentes e voltar mais tarde, me perdia menos, pegava menos engarrafamento. Além do mais, minhas crianças não gostam muito de andar de carro e, então, a gente acabava usando o carro apenas para ir às compras. Foi bom também porque a cada mudança de hotel, tínhamos que arrumar espaço nas malas e no carro para as coisas compradas, então não perdi a noção do quanto eu teria que empacotar para voltar para o Brasil.

Mas eu fiz uma programação folgada, com algumas manhãs livres. Se a sua programação está apertada ou se você não é uma pessoa muito organizada, não vai ser muito bom ficar trocando de hotel. Então vamos às vantagens e desvantagens de cada hotel/região. Em geral (só para se ter uma ideia de proporção, pois os preços variam muito conforme a data), as diárias que paguei foram em torno de R$ 140 (sem taxas), para dois adultos e duas crianças (6 e 8). A exceção foi o hotel da Disney, onde o quarto mais barato que consegui foi R$ 190 a diária.

Doubletree by Hilton, Universal

Hotel em Orlando - Doubletree Hilton Universal

O quarto do Doubletree by Hilton é muitíssimo confortável, com camas deliciosas, cheirinho agradável, muito limpinho, bom wi-fi nos quartos e computadores para uso gratuito dos hóspedes no lobby. Uma bobagem que não vai fazer diferença para ninguém: o shampoo e condicionador do hotel também eram incrivelmente bons.

Bem pertinho tem também o Holliday Inn & Suites Across from Universal e o Best Western Plus Universal Inn que também parecem bons hotéis (não conheci por dentro). Achei a melhor região para ficar pois dá para ir à pé para os parques da Universal em 15 minutinhos (nem vi se tinha shuttle no hotel). Não tem muita coisa por perto para ir a pé, além de alguns restaurantes e um supermercado pequeno da Walgreens, mas é uma hospedagem silenciosa, com sono gostoso e tranquilo. Uma deliciosa calmaria depois de um dia agitado de parque.

A desvantagem é que o estacionamento é pago (US$ 12 por dia) e as ligações locais também (US$ 1,80), o que em alguns hotéis é grátis. O café da manhã também não está incluído na diária. Também não gostamos da comida quando pedimos jantar no quarto.

Disney All-Star Resort

A linha “All-Star” do resort da Disney é a mais barata entre os hotéis do complexo e tem três opções: o “Movies”, o “Music” e o “Sports”. Fica bem no finalzinho do complexo, em uma área isolada com guarita de segurança e acesso restrito aos hóspedes. O Disney Resort tem hotéis para todos os bolsos e os All-Star, além de mais baratos, costumam ser mais “animados”, com animadora na piscina o dia todo, turistas fazendo “farofa” e uma grande informalidade.

O quarto é pequeno, mal dá para a gente se movimentar depois que as malas entram. Mas é aconchegante e limpo, e tem bastante lazer do lado de fora. O wi-fi gratuito não pega bem nos quartos – para uma boa recepção é preciso ir até a praça de alimentação ou a piscina. E para usar a internet, você precisa ter seu próprio computador. A TV pega muitos canais de desenhos (o que distrai as crianças, mesmo sendo em inglês), além da radio Disney.

A desvantagem é mesmo o tamanho do quarto e o barulho da bagunça do lado de fora, que dá para ouvir um pouco. Mas a grande vantagem são as horas extras para hóspedes nos parques – que permitem que você ande em certos brinquedos sem enfrentar filas de duas horas – e o transporte a toda hora para todos os locais do resort. Se você preferir andar de carro, a vantagem é que o estacionamento é grátis nos parques e em todos os locais do complexo. Eu saí algumas vezes de carro, mas me perdia muito porque o GPS não se localiza bem dentro do Resort.

Para jantar, só mesmo nos parques ou indo para Downtown Disney. Os restaurantes da praça de alimentação só têm hambúrgueres e pizzas, e não são lá muito bons.

Enclave Suites

Hotel na Disney - Enclave Suites

O Enclave Suites fica perto do Wet n’ Wild, mas para chegar aos parques da Universal a caminhada é de uns 30 minutos ou mais – não achei viável par as crianças e nem para o retorno do parque depois de um dia de caminhadas e filas. O estacionamento é gratuito e o hotel tem transporte para a Universal em três horários pela manhã (9h, 10h e 11h), um no meio da tarde (17h25) e três à noite (20h, 20h30 e 21h). Achei as opções de horário um pouco restritas… O táxi do parque para o hotel dá uns US$ 8 e o shuttle custa US$ 10 “per party” (cobrado por grupo, e não por pessoa).

O hotel é em frente ao restaurante dinner show Pirate’s Adventure e perto tem um zilhão de hotéis como o Rosen Inn (a mais famosa estadia entre os brasileiros), o Days Inn e Continental Plaza (esse é bem baratinho e ainda dá direito a café da manhã – meus pais se hospedaram lá e acharam bem razoável). Tem bastante lojinhas de lembrancinhas por perto, que dá para percorrer à pé.

Os quartos são tipo estúdio: enormes, com sala, cozinha americana, dois quartos e dois banheiros. Ainda tem uma gostosa varandinha. É uma pena que seja super barulhento, pois a casa de bombas ou coisa do tipo fica dentro do quarto e toda vez que você usa água é uma barulheira danada. De dia, também dá para ouvir a música da piscina (bom, o meu quarto ficava de frente para a piscina). E a limpeza não passou por lá. Nada de camas arrumadas, troca de toalha ou troca de roupas de cama. Sei que dá para pedir essas coisas, mas não sei se há um custo por isso. Havendo interesse, é bom checar. Ah, também não gostei muito da cama de casal, pois o colchão é meio duro e range um pouco.

Hotel em Orlando - Enclave Suites

O café da manhã para hóspedes, porém, é bem fraquinho e eles te colocam de frente um buffet pago do tipo “all you can eat” com opções de sucos, ovos, waffles feitos na hora… Vou admitir que fiquei um pouco chateada com essa separação dentro de um mesmo restaurante, já que os pagantes recebem pratos de porcelana e os gratuitos recebem um prato descartável, mas o custo do buffet é de US$ 3,99, então não é nada de outro mundo se você decidir pagar.

O serviço de alimentação no quarto desse hotel é do Pizza Hut, então dá para pedir numa boa. Mas se o seu negócio é comida mesmo, pegue o carro e vá até um dos restaurantes brasileiros que ficam perto dos outlets mais famosos (dá para ir à pé). Vão te recomendar o Camilla’s, mas eu gostei mesmo foi do “Boteco”.

>> Leia também: um guia rápido para os parques da Disney

Share

2 Comentários

  1. Fabi disse:

    Uma amiga minha está indo para a Disney com a filha e está justamente na dúvida de qual hotel ficar. Boas dicas!

  2. Bia disse:

    Eu fiquei num hotel na própria Disney, o All Star Movies. Gostei bastante e tinha a vantagem de ter os ônibus para os parques da Disney.

Exibir Comentários