Curtindo a Vida Adoidado Locacoes do filme em Chicago - dicas de viagem no blog Vontade de Viajar

Ainda não tive oportunidade de ir para Chicago mas, se um dia eu tiver, já sei o que vou fazer: vou vestir um roupão, abrir as cortinas do hotel logo de manhã e perguntar “como eu poderia ir para a escola num dia como esse?”.

Uma das coisas que acho mais engraçadas no filme Curtindo a vida adoidado é que Ferris Bueller seleciona uma série de programas de “gente grande” pra fazer no seu day off, em vez de bobagens quaisquer de adolescentes. Restaurante francês, museu de arte, prédio da bolsa de valores, carro conversível… O cara matou aula pra ter um dia de bon vivant! Pois é assim que quero conhecer Chicago.

O primeiro passo é convencer o nosso melhor amigo Cameron a sair de casa. A garagem de vidro onde fica a preciosa coleção de carros do pai de Cameron é a Ben Rose Home, que fica na 370 Beech Street Highland Park.

Vai ser difícil conseguir uma Ferrari daquelas emprestada, já que o modelo 250 GT Spyder California é uma edição limitada de 1961. Foram produzidos apenas 100 carros desses e nem no filme usaram um de verdade (mandaram fazer três réplicas para as gravações).

Chicago - A Ferrari do pai de Cameron na casa de vidro

Mas se rolar um conversível e um sobretudo, vale dar uma passadinha na Glenbrook North High School (2300 Shermer Road, Northbrook) para buscar a namorada.

Só não acho boa ideia parar no estacionamento da Madison Street (172 W.), porque corre o risco de os manobristas quererem dar uma volta com o carrão 😀

Chicago - Curtindo a vida adoidado

Pois bem, podemos começar o dia no Skydeck da Willis Tower (233 South Wacker Drive), o prédio mais alto dos EUA. O observatório fica a 412 metros de altura, no 103º andar da torre, e tem alguns trechos com chão de vidro, para ver a cidade toda lá de cima.

Em seguida, uma parada na Bolsa de Valores de Chicago (440 South LaSalle St), a segunda maior do país (só perde para a de Nova York).

Chicago - Ferris torre Skydeck da Willis Tower

Com sorte, haverá uma excursão escolar no Art Institute of Chicago (111 South Michigan Avenue) e as criancinhas passarão pelo hall de mãos dadas – uma das cenas mais fofas do filme.

O museu abriga mais de 300 mil obras de arte, então a ideia é reservar um bom tempo para a visita, mas tem duas peças que eu não posso deixar de ver: o vitral “American Windows”, de Marc Chagall, que está no plano de fundo quando Ferris beija sua namorada Sloane, e a obra-prima de Georges Seurat, “La Grande Jatte”, com sua técnica pontilhista que prende a atenção de Cameron.

Chicago - Sloan e Ferris no Art Institute com vitral de Marc Chagall

O restaurante francês “Chez Quis” é fictício, acho que foi filmado na frente de uma casa qualquer (22 W. Schiller Street). Mas depois de arranjar um lugar para almoçar, vou tentar ver um jogo do Chicago Cubs no Wrigley Field. O site do clube tem o calendário dos jogos de baseball, mas também dá para fazer tours pelo estádio.

É bem verdade que eu não entendo esse esporte (para mim, parece um jogo de taco com pessoas sobrando), mas é um clássico americano e deve ser legal assistir uma partida para ver se aqueles clichês cinematográficos, como a “câmera do beijo”, acontecem na vida real.

Chicago - Wrigley Field com o letreiro Save Ferris

De tardinha, quero cantar “Twist and Shout” a plenos pulmões na Dearborn Street. Se a viagem rolar em setembro, posso dar a sorte de presenciar a Von Steuben Parade, organizada anualmente pela comunidade alemã.

Me parece que a estação de metrô Washington-Blue pode ser um bom ponto de partida para conhecer esse trecho da cidade. Aproveito e vejo a escultura de Picasso que fica ali perto, na esquina com a Washington St.

Chicago - Ferris Buller desfile alemao Von Steuben Parade

Mas uma das minhas cenas favoritas é aquela da galera dançando na escada, durante o desfile. Partiu aprender a coreografia do Thriller, do Michael Jackson, para dançar na frente do Bank One Plaza (10 S. Dearborn St) que nem eles! É caso de marcar um flash mob 😀

Para completar, posso passar na frente do Kluczynski Federal Building (230 S. Dearborn St) e ver o “Flamingo”, estátua vermelha que aparece quando Cameron e Sloan estão conversando.

E para encerrar o dia, quem sabe eu vou apreciar a vista da Glencoe Beach (East End of Park Ave), uma praia à beira do lago Michigan, onde Cameron tem um surto por medo da bronca que vai levar do pai depois de tudo o que aprontou com a Ferrari.

Chicago - Ferris in Glencoe Beach

Quanto à casa da família Bueller, acho que vai ter que ficar para outra viagem, porque foi filmada em Long Beach, na Califórnia (4160 Country Club Drive).

Leia também:

No topo do Canadá: as torres de Vancouver e Toronto
Cervejas locais para beber em Chicago
Share

10 Comentários

  1. Gabriela disse:

    Pô, nunca tinha pensado em ir a Chicago, mas agora eu quero! Post super trabalhoso e bem trabalhado, muito bacana.
    E é assim que a gente descobre como a Sessão da Tarde repete os filmes: esse filme é da MINHA infância, 12 anos antes da sua 🙂

  2. Sarah disse:

    Eu quero ir!

  3. Igor disse:

    Hahahahahaha! Que boa ideia fazer isso

  4. Filipe disse:

    Só passei algumas horas em Chicago. Fui ao Signature Room (recomendo, pra tomar uma cerveja e pelo visual de toda cidade), depois fui a um bar de Jazz e no final da noite fui comer e tomar uma cerveja num pub Irlandes. Mas a cidade parece ser incrivel! Queria ter ficado mais tempo.

  5. Juliana disse:

    Adorei! Chicago parece bem legal!

  6. […] aqui no blog o roteiro de Roma a partir de um filme da bonequinha Audrey Hepburn e o roteiro de Chicago para quem quer Curtir a vida adoidado, mas o cinema tem tantas outras cenas lindas e […]

  7. […] também: >> Curtindo Chicago adoidado >> O melhor de San […]

  8. […] Leia também: >> San Francisco – uma cidade cultural e cativante. >> O roteiro do filme Curtindo a Vida Adoidado em Chicago. […]

  9. […] também: >> O roteiro de Curtindo a Vida Adoidado em Chicago >> Como descobrir onde é o local de gravação dos […]

  10. […] também: >> “Curtindo a Vida Adoidado” em Chicago >> As melhores cervejas tchecas em […]

Exibir Comentários