Passei 5 dias em Nice, que foi minha primeira parada na viagem à França e minha base para conhecer as cidadezinhas da Côte D’Azur. Resolvi não alugar um carro e usei ônibus para visitar Mônaco, Cap Ferrat, Villefranche, Saint Paul de Vence, Cagnes e Éze Village, como já contei nesse outro post aqui. Mas para ir até Cannes, optei pelo trem.

riviera-francesa-praia-de-cannes

Praia de Cannes

O embarque é pela estação de trem Nice-Ville, que fica na Avenue Thiers, no final da avenida Jean Médecin, pra quem parte da Place Masséna (a principal praça de Nice). O bilhete de ida e volta custa € 13 e permite a você descer nas estações intermediárias e voltar sem custo adicional – ótimo para quem também quer conhecer Antibes e Savoy.

Chegando em Cannes, depois de pegar o mapinha básico da cidade no posto de turismo, minha primeira parada foi o famoso Marché Forville. Confesso que não achei nada de mais e logo segui para Vieux Port, onde peguei uma embarcação pra Île de Sainte Margarite – uma das duas ilhas conhecidas como Îles de Lérins.

riviera-francesa-bandeira-da-franca-no-barco-para-a-ile-de-saint-margarite

St Margarite

Uma delicia de passeio! A ilha fica a 15 minutos da costa e tem uma praia bacana, onde as pessoas também vão pra fazer picnic. Caminhei e tomei uma soda num restaurantezinho com Cannes como visual de fundo. Espetacular!

De volta a Cannes, passei pelas praias du Midi e la Boca, parei um pouquinho na Place Mistral e então cheguei em Le Suquet, onde tem um museu, uma igreja e mais um ponto privilegiado para curtir a vista liiiinda da cidade!

riviera-francesa-palacio-dos-festivais-de-cannes-foto-herve-fabre

Palácio dos Festivais – foto: Herve Fabre

Então desci novamente para almoçar e continuei caminhando pela La Croissete. Mas cadê o famoso Palais des Festivals? Aquele onde os astros e estrelas do cinema mundial atravessam o tapete vermelho com seus melhores smokings e vestidos longos? Acredite: é só um teatro como outro qualquer… moderno, mas sem nada de muito especial… que decepção!

O mais próximo que se chega das celebridades é passar pela versão francesa da Calçada da Fama, que ali se chama Chemin des Étoiles, com mais de 300 autógrafos de grandes nomes da sétima arte que já passaram pelo Festival de Cannes.

riviera-francesa-calcada-da-fama-em-cannes

Calçada da Fama

Segui passeando pela La Croissete: de um lado, todas as grifes; do outro, o meu favorito, o mar, e as centenas de guarda-sóis coloridos, iates e navios ao fundo, galera se divertindo na areia… E as charmosíssimas cadeiras azuis, como em Nice, onde as pessoas sentam pra contemplar aquela belezura toda.

As praias da Côte D’Azur

Deixei meu último dia na Côte D’Azur pra fazer o circuito das praias! De Nice até Mônaco, as praias são todas de pedrinhas (algumas delas, de pedronas! rsrsrs). Eu escolhi duas: Cap D’Ail, considerada a mais bonita, e Villefranche-sur-Mer, que tem pedrinhas pequenininhas e prometia ser mais confortável.

Peguei o ônibus na place Garibaldi (linha 100, passagem custa € 1,50) e em 40 minutos desci na estação Edmond Cap D’Ail. Andei um pouquinho em direção à praia e depois me deparei com uma escadaria sem fim (num momento masoquista, contei os 150 degraus).

riviera-francesa-praia-em-cap-dail

Praia em Cap D’Ail

A Reserva da Plage Mala é divina! Tem dois lounges fabulosos, mas eu tava ali só pra conhecer mesmo, porque essa é daquelas praias minúsculas e lotadas…

Depois de curtir um pouco, peguei novamente o ônibus 100, agora sentido Nice, e desci na estação Schifanoia, que fica na Basse Corniche, e tem a vista mais bonita de Villefranche-sur-Mer. Dali, desci caminhando por um atalho que leva até a estação de trem e a praia.

riviera-francesa-villefranche

Villefranche-sur-Mer

A praia de Villefranche é de pedrinhas bem pequenininhas (machucam o pé um pouquinho), mas tem um mar irresistível, transparente e calmo. Foi ali que passei minha tarde entre pedrinhas, mar tranquilo, um livro e um bom panini! 😉

Share

6 Comentários

  1. […] em Nice, de onde fiz vários passeios bate-e-volta para conhecer as cidadezinhas da região e as praias que ficam entre Nice e Mônaco. Depois, tirei um fim de semana para para curtir a vida boa de Saint-Tropez e descobrir por que, […]

  2. […] posts dessa viagem pela França, que começou em Nice, para conhecer a Côte D’Azur, e passou por Cannes, Saint-Tropez e Provence antes de chegar em […]

  3. Gabriel disse:

    Fui hoje a Cannes partindo de Nice e deixo a dica atualizada para quem quiser fazer o mesmo:
    – vale a pena
    – pegue o onibus linha 200 (veja todo o trajeto no http://www.departement06.com) na parada de onibus gambetta/promenade ou congress/promenade (local bem central e conhecido, facil de encontrar, na promenade des anglais). O preço da passagem é 1,50 euros, que devem ser pagos ao motorista. O ticket da lignes d’azur, usado em Nice, nao é aceito para esse trajeto.
    – desça na gare snfc de cannes
    – para voltar para Nice. Pegue o onibus no mesmo local, o da linha 200 na gare de Cannes.
    – a viagem demora mais de 1h30 pq o onibus para vaaaarias vezes, em muuuuitos pontos pelo caminho.

  4. Olá Fernanda! Sabe me dizer se o consumo de bebidas alcoólicas é permitido das praias da França? Obrigada 🙂

    • Oi, Natalia! É normal beber nas praias – li num fórum que não se pode beber em locais públicos a partir das 20h, mas outras pessoas disseram que é tolerado, desde que ninguém esteja fazendo arruaça. Os bares próximos às praias vendem vinho e cerveja sem problema… Só vale tomar um cuidado especial com as garrafas de vidro, pra não sujar a praia nem deixar cacos na areia 😉

Exibir Comentários